Além da terapia

MEU NOME É DANIEL

Cinema e terapia conversam todo o tempo em MEU NOME É DANIEL. Na infância de Daniel Gonçalves, a família o filmava em VHS para acompanhar sua evolução na luta contra um distúrbio neurológico não identificado. Daniel tinha um sério descompasso motor, movimentos involuntários e dificuldade extrema para andar e cumprir as rotinas mais comuns. Depois de cruzar a faixa dos 30 anos e atingir uma quase completa idependência, já iniciado na prática cinematográfica, ele decidiu fazer um documentário sobre a retomada da busca do seu diagnóstico.

Dirigido, corroteirizado e narrado em primeira pessoa por Daniel, o longa oscila entre as filmagens do passado e as do presente. A simples alternância já dá uma ideia do processo, se não de cura, de minoração da deficiência mediante pequenas vitórias ao longo do tempo. O próprio filme é uma façanha, coadjuvada por Roberto Berliner (TV Zero), que já foi parceiro de cegas (A Pessoa é para o que Nasce), cadeirante (Herbert de Perto) e anões (Pindorama: A Verdadeira História dos Sete Anões).

De maneira muito natural e desencanada, Daniel analisa as imagens de sua infância, relembra seus dilemas no convívio com a família e os colegas, sua hesitante iniciação amorosa, a paixão pelo alpinismo e sua introdução no cinema através do trabalho de edição. Não faltam humor, lucidez e simpatia nesse autorretrato. Com a vantagem de não fazer do filme mais uma ode à superação.

Daniel reservou para os últimos minutos um grande salto na tomada de consciência da sua identidade. Pena que sua transformação em performer ficou apenas rascunhada, dando a impressão de ser apenas uma excentricidade momentânea.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s