Berlim, Sincronia da Metrópole

A primeira vez que fui a Berlim foi em 1988. O muro ainda estava lá. Tomei um ônibus até o ponto final do bairro de Sachsenhausen, onde outrora havia um campo de concentração e o muro se fechava numa espécie de rua sem saída. Ali, num canto completamente deserto – confesso –, fiz uma coisa horrível: descarreguei minha bexiga no muro, na esperança de colaborar para a derrubada daquela excrescência histórica. Um ano depois, ele caiu por terra, fazendo-me crer no potencial de acidez da minha urina.

Desde então, voltei algumas vezes à cidade, embora somente uma para o festival de cinema. A última foi em 2017, quando de novo filmei e fotografei alguns lugares icônicos e outros nem tanto. Agora, por diversão, resolvi montar esse material em sincronia com trechos da trilha musical de Edmund Meisel para o clássico Berlim, Sinfonia da Metrópole, de 1927. Afinal, minhas imagens foram gravadas exatos 90 anos depois das filmagens de Walter Ruttmann.

Nesse pequeno exercício, editei as cenas em cima da pista sonora do filme de 1927. Deixei aqui e ali “vazarem” algumas imagens de Ruttmann, preservando a sincronia original com a música. Desculpem a imperícia do cinegrafista e se liguem na montagem. Duração de 14 minutos.

2 comentários sobre “Berlim, Sincronia da Metrópole

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s