Os “amigos” americanos

EM NOME DA AMÉRICA. O reencontro com ex-Voluntários da Paz, no Brasil e nos EUA, traz à tona memórias comoventes e informações perturbadoras. A interação dos jovens ianques com os brasileiros do Nordeste era marcada pela ambiguidade entre desconfiança e afeto.

Um crítico de si mesmo

Ao debruçar-se sobre sua produção e escolher textos para esta coletânea, Marcelo Janot fez aquilo que poucos de nós se dão ao trabalho de fazer: a crítica da crítica

Fantasmagoria colonial

Nas duas vezes em que vi ZAMA, precisei me manter em luta constante contra o tédio e para extrair esse fio de história como quem tenta compreender o relato de uma pessoa disléxica.

Terra em transe

A beleza e a sobriedade de HÍBRIDOS – OS ESPÍRITOS DO BRASIL não afastam a impressão de um cinema, no fundo, meramente extrativista. Um filme de gringo, com certeza.