Um casal contra o Império japonês

A MULHER DE UM ESPIÃO no streaming

Eis um filme diferente na carreira do diretor Kiyoshi Kurosawa, dominada por thrillers sobrenaturais, comédias adolescentes e experiências narrativas às vezes ousadas. A Mulher de um Espião (Supai no tsuma) é um melodrama de espionagem passado entre 1940 e 1945, e realizado com fatura clássica. Com direito às atuações enfáticas que caracterizam o modelo japonês mais tradicional.

O título é um meio spoiler. O rico comerciante Yusaku insiste em dizer que não é um espião, mas está tramando denunciar as experiências criminosas perpetradas pelo Exército Imperial japonês no estado-fantoche da Manchúria. Com isso, almeja estimular os EUA a entrarem na guerra e derrotarem o Japão. Assim ele se coloca na mira dos militares, especialmente de um jovem oficial amigo de infância de sua mulher, Satoko.

De hábitos cosmopolitas, o casal contrasta com o rigor dos nacionalistas militarófilos que preparavam a desastrada aliança do Japão com a Alemanha e a Itália na II Guerra. Satoko, porém, é uma personagem dramaturgicamente esquizofrênica, que reage ferozmente contra o marido ao saber de seu projeto de traição, mas cujo comportamento terá uma reviravolta radical e muito mal explicada.

Não é a primeira vez que Kiyoshi Kurosawa adota uma escritura bastante romanesca, com passagens de tempo pobremente dimensionadas e personagens tomando atitudes que parecem arbitrárias demais. Aqui ele assina o roteiro juntamente com Ryûsuke Hamaguchi (Drive My Car, Roda do Destino) e Tadashi Nohara. Na encenação, usa um estilo formalista que talvez pretenda emular o próprio formalismo das relações pessoais no Japão dos anos 1940.

Mesmo com essas deficiências e um ritmo muito lento no primeiro ato, é preciso dizer que o filme obtém um envolvimento crescente do espectador antes de desabar num desfecho de puro dramalhão.

>> A Mulher de um Espião está na plataforma Mubi.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s