O cheiro dos pobres

Brilhante em todos os aspectos, infernal na montagem e empolgante na trilha musical, PARASITA é uma parábola sobre a selvageria humana e a preponderância do acaso sobre os planejamentos.

Mostra de SP: Papicha

PAPICHA é às vezes ingênuo e sentimental, mas o carisma das atrizes, o ritmo ágil e o impacto de algumas cenas contam a favor desse libelo feminista, que também é um elogio da sororidade perante a tirania.

Greta não ri

Tal como seu personagem, GRETA oscila entre o atrevimento da exposição corporal e a prostração de um punhado de almas sem rumo.

Onde Coringa (des)encontra Bacurau

O filme de Kleber e Juliano mostra a força da união dos fracos, que se tornam heróis de si mesmos. O blockbuster de Todd Phillips dispara um turbilhão anárquico para gestar um supervilão.

O poder das minas

Sensível e feminista, LUNA garante seu lugar entre os melhores filmes recentes sobre as errâncias das meninas e, ainda assim, o seu poder de afirmação.

O bom caseiro

Rara produção da República Dominicana a chegar por aqui (em parceria com Porto Rico e Brasil), O HOMEM QUE CUIDA é um pequeno estudo sobre comportamentos de classe.