Twitteratura: muitas ideias em poucas palavras

Em entrevista a André Miranda, há poucos dias, José Saramago disse que o Twitter é um passo a mais na descida do homem até o grunhido. Na certa, o autor de Ensaio Sobre a Cegueira não estava se referindo apenas ao mar de banalidades e recadinhos espertos dessa rede social. Estava duvidando do seu potencial literário. Mas já tem um bocado de gente praticando um subgênero chamado twitterature, que busca tirar partido da circulação-relâmpago e do limite de 140 caracteres dos tweets (agora o verbo “to tweet” faz parte da gramática oficial dos EUA).  

Muitos projetos literários estão sendo desenvolvidos diretamente no Twitter. Há mesmo quem redija pequenas histórias a partir de palavras-chave que estão circulando na rede. Dois estudantes da Universidade de Chicago começaram a postar no Twitter trechos selecionados de obras de Dante, Stendhal, Shakespeare, Joyce etc, e já preparam um livro com esse material. No Brasil, C.S.Soares é tido como o autor da primeira twitterização de um romance,  o sd8.

Onelinepoetry elogia a beleza da brevidade com poemas curtíssimos e links para outros maiores. KidsPoetLaureat escreve todas as suas mensagens com rimas e métrica. A artista Jenny Holzer encontrou no Twitter um veículo perfeito para suas frases-obras, normalmente dispostas em museus ou fachadas urbanas. Eis algumas postadas recentemente:

OLD FRIENDS ARE BETTER LEFT IN THE PAST

A STRONG SENSE OF DUTY IMPRISONS YOU

DESCRIPTION IS MORE IMPORTANT THAN METAPHOR

No fundo, isso não é muito diferente do que faz Paulo Coelho com suas pílulas diárias. Por exemplo:

gente infeliz detesta saber que felicidade existe. Não gaste sua energia tentando provar o contrário.

diga a verdade, mas antes mergulhe as palavras no mel…

nao é obrigatório ficar olhando a porta do elevador. Gente à sua volta é mais interessante

Não é exagero citar aqui os tweet-releases do Grupo Estação, que se valem do humor habitual de sua redatora, Liliam Hargreaves:

O GUERREIRO GENGHIS KHAN chegou a dominar metade do mundo. pois deixe q ele domine algumas horas d sua vida

diretor sem assistente pode perder o rumo, quiçá a direção.MÁRCIA DERRAIK não deixa:TÉCNICAS D ASSISTÊNCIA D DIREÇÃO

” ______ ____ ___ _____ ??? _____ _____ _________ !!” palavras da MULHER INVISÍVEL. num estação perto d vc

Enquanto Saramago atira no Twitter, outros escritores se inspiram nele para suas criações. Como o brasileiro Paulo Lima, que escreveu esse conto a partir do suposto Twitter de um ladrão.

A twitteratura pode não ter futuro, mas está tendo um presente frenético.  

Obrigado, Marília Martins

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s