Aconteceu em Woodstock

(Taking Woodstock)          

Fic bicho-grilo. Não espere Janis Joplin nem Jimmi Hendrix. Não espere a dimensão épica de Woodstock para a cultura e o comportamento do mundo ocidental. Para isso, retire na locadora o clássico doc Woodstock. O que Ang Lee nos oferece aqui é um cantinho dos bastidores, uma espiada na cozinha de onde tudo começou por causa de umas caixinhas de leite achocolatado. No fundo, trata-se de uma business comedy com pitadas de crítica de costumes. Às vezes parece que Lee desejou emular uma comédia do fim dos anos 1960, mas que hoje parece bastante careta, apesar de sempre simpática. Um jovem empreendedor, uma mãe usurária, uma negociação complicada para receber 100 mil pessoas numa fazenda de gado. E a descoberta das drogas e da afirmação gay. O material se prestaria muito bem a um filme-painel de Robert Altman. Nas mãos de Ang Lee, por mais que ele divida a tela em imagens simultâneas, ficamos longe de qualquer ambição. Um filme divertido, mas menor, em muitos sentidos. ♦♦♦

Site do filme

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s