A vida dos outros

“Há uma ilusão biográfica segundo Pierre Bourdieu. Ou seja, toda biografia, por mais completa, encerra lacunas, vazios, indeterminações, representando, de fato, apenas alguns aspectos da complexidade de uma vida. Toda biografia é uma biografia sem fim, como afirma Felipe Pena. Sérgio Vilas Boas, por sua vez, a partir  de conversações com Alberto Dines, chega a afirmar que ‘biografias não têm limites. São insubmissas e insubordináveis’.”

Capa Vladimir emailAssim começa a finíssima resenha que o escritor Hildeberto Barbosa Filho publicou no jornal A União da Paraíba e no Correio Braziliense sobre o livro que fiz com Vladimir Carvalho, Pedras na Lua e Pelejas no Planalto. Arguto e generoso, Hildeberto foi no cerne da questão de um livro escrito em primeira pessoa por uma terceira pessoa. E deixou o autor aqui todo orgulhoso.

Leia a íntegra do artigo 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s