Enfim, Neverland

090625_MichaelJackson_CLAs agências internacionais estão confirmando: Michael Jackson morreu esta tarde. Seria muito dizer que uma era está acabando? Ou desaparece apenas o signo que marcou uma nova era? 

MJ foi o ícone mais acabado da era do simulacro completo. Foi preto e branco ao mesmo tempo, homem e mulher, gente e máquina, adulto e criança. A ambiguidade expondo-se gloriosamente na ribalta.

Thriller é talvez o maior clássico da música pop.  O comportamento do astro encheu as páginas dos jornais com histórias escandalosas. Mas ele talvez venha a ser lembrado para sempre como o arauto dos tempos em que se pode ser várias coisas ao mesmo tempo. Talvez, depois dele, não se pague preço tão alto quanto ele pagou.

Um comentário sobre “Enfim, Neverland

  1. Carlos,
    Curiosa sua leitura do fenômeno MJ como um simulacro. Nessa linha do simulacro, eu diria que MJ não morreu, encantou-se. Abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s