Peneira Digital: EscreVer Cinema

www.escrevercinema.com

O crítico José Carlos Avellar não escreve regularmente para a imprensa há um bocado de tempo, mas isso não significa que sua produção esteja inacessível. Pelo contrário, no site EscreVer Cinema, que criou há quatro anos, ele vem publicando não só textos recentes (alguns escritos originalmente para publicações estrangeiras e catálogos), como também trabalhos mais antigos, repescados em seus arquivos quando se tornam novamente oportunos.

O site permite uma navegação variada, com linhas que se cruzam para determinado texto ser acessado ou pela região de origem do filme, ou por suas vinculações com a literatura, a pintura, o documentário. Há numerosos ensaios que estabelecem relações entre filmes diversos ou exploram procedimentos cinematográficos como o plano-sequência. Além de reflexões sobre filmes exibidos em festivais internacionais (muito frequentados pelo autor), o site compreende uma sessão dedicada à análise visual de trechos de filmes e à recuperação de fotos de grandes cineastas feitas por Avellar.

EscreVer Cinema é não só uma janela para o pensamento de um dos maiores críticos de cinema do país, como também uma inspiração simples e eficaz para outros críticos organizarem e disponibilizarem seus acervos.     

2 comentários sobre “Peneira Digital: EscreVer Cinema

  1. Já consultei muitas vezes o site do Avellar que sempre escreveu magnificamente a partir de um olhar privilegiado de cinéfilo/ensaista/crítico. Acho que aprendi a (tentar) ver cinema (mais e melhor, ampliar o olhar) a partir dos textos dele no antigo JB no decorrer dos anos 1960 (e daí por diante). Comecei lendo Salvyano e Moniz Viana (ambos no Correio da Manhã, eu acho), Perdigão no Diário de Noticias, Geraldo Mayrink (onde?) e antes de todos e principalmente Ely Azeredo na Tribuna – e depois no JB que reunia grandes nomes da crítica de cinema da época (em torno de 1966/67/68, etc etc). Avellar estava lá como titular e nos textos da seção “filme em questão” e sempre me surpreendo favoravelmente com seus textos, mesmo acostumado com seu brilho formal e consistência no desenvolvimento das ideias.

  2. Carlinhos, ‘brigado pela indicação -EscreVer Cinema-, realmente é genial navegar por essas águas avellarianas. Em tempo: salvei nos meus favoritos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s