É Tudo Verdade: No Intenso Agora

As únicas imagens identificáveis como brasileiras em No Intenso Agora são as do enterro do estudante Edson Luís, no Rio de Janeiro de 1968. Algumas foram filmadas por Eduardo Escorel, que agora monta o filme, e José Carlos Avellar. Mas elas estão ali apenas em paralelo com as cenas dos funerais de outros estudantes mortos naquele…

É Tudo Verdade: Quem é Primavera das Neves

Em 1991, Jorge Furtado retirou do anonimato uma simples dona de casa de Porto Alegre e afirmou a impotência do documentarista para dar conta de uma existência humana no curta Esta Não é a sua Vida. Vinte e seis anos depois, ele parece dialogar com aquele filme no novo longa, Quem é Primavera das Neves,…

É Tudo Verdade: Sergio Muniz & muitas histórias

Imagino que Sergio Muniz, 82 anos, esteja bem feliz com sua retrospectiva no É Tudo Verdade 2017. Não é uma revisão completa de sua obra, mas põe em foco momentos cruciais de sua carreira de documentarista e abre espaço para um filme que nunca teve antes uma exposição tão ampla. Trata-se de Você Também Pode…

Cinema da solidariedade

Martírio retraça as origens do cerco físico e cultural dos Guarani-Kaiowá desde o pós-Guerra do Paraguai. Em paralelo a seu trabalho de capacitação audiovisual dos índios na ONG Vídeo nas Aldeias e à produção de filmes como O Mestre e o Divino, Vincent Carelli desenvolve os seus próprios registros e investigações sobre a questão indígena no…

Cinco vezes Guido Araújo

Guido Araújo, o mui estimado cineasta, agitador cultural e criador das lendárias Jornadas de Cinema da Bahia, ganha sua maior homenagem no próximo dia 25, em Salvador. No não menos lendário Cine Glauber Rocha (ex-Guarani), será lançada a série O Senhor das Jornadas, cinco episódios de 26 minutos contando a história desse guerreiro, hoje com…

“Gaga” e “Argentina”: amor por música e dança

GAGA – O AMOR PELA DANÇA é um documentário crowd-pleaser, ou seja, feito para agradar multidões. Ganhou o prêmio do público na Mostra de SP e ficou em terceiro lugar na votação popular do IDFA, a Cannes dos docs, em Amsterdã. Enfoca a carreira e o método do coreógrafo israelense Ohad Naharin, criador do estilo…

Wenders no vácuo entre cinema e literatura

Conta-se que os espectadores de “O Almoço do Bebê”, em 1895, ficaram deslumbrados com a agitação das folhas ao vento no jardim dos Irmãos Lumière. O cinema produzia um milagre, o de captar o movimento vivo da natureza. Tenho a impressão de que Wim Wenders procurou reeditar isso em OS BELOS DIAS DE ARANJUEZ. Em…

Tempos de guerra

Guerra do Paraguay sucede a Dois Casamentos como o segundo longa-metragem da retomada de Luiz Rosemberg Filho produzida por Cavi Borges. Os tambores de Gabriel Muzak e o plano-sequência de abertura anunciam alguma coisa de muito diferente no trabalho recente do diretor. Não há palavras, mas somente a imagem de três mulheres na árdua tarefa de arrastar…

35 anos sem Cavalcanti

Alberto Cavalcanti nasceu há 120 anos e morreu há 35. Pouca gente está se lembrando disso, mas o jornalista Sergio Caldieri, devotado cultor de sua memória, escreveu esse texto para o nosso blog. 35 ANOS SEM ALBERTO CAVALCANTI por Sergio Caldieri O carioca Alberto Cavalcanti pode ser considerado um dos mais completos cineastas de todos…

Os mestres também erram

A GAROTA DESCONHECIDA e A GRANDE MURALHA: como os Irmãos Dardenne e Zhang Yimou falharam redondamente Uma jovem médica deixa de atender a um chamado na porta da sua clínica e logo em seguida uma menina africana aparece morta no outro lado da rua. A GAROTA DESCONHECIDA se desenvolve a partir de um dilema sobre…

Os Beatles na estrada e Herzog no inferno

Depois de tantos filmes sobre os Beatles e tudo o que os cercava, o que ainda pode restar de novidade para Ron Howard contar no documentário THE BEATLES – EIGHT DAYS A WEEK, lançado em setembro nos EUA e exibido no último Festival do Rio? Em termos de revelações, suponho que quase nada. O que…