Ely e os meus rastros

Tive a honra de ganhar um espaço no site do crítico Ely Azeredo.

O Ely foi uma das minhas grandes referências quando eu apenas me iniciava na crítica de cinema em fins dos anos 1970. Admirava seus textos límpidos, a capacidade de síntese e a articulação das ideias de um filme com o cinema da época e com a História do Cinema. Não tínhamos nenhuma intimidade até poucos anos atrás, quando fomos colegas em O Globo e passamos a nos corresponder. Ele se tornou um dos mais devotados leitores deste blog, exercendo, com sua discrição habitual, um frequente feedback. O que para mim é uma honra e tanto.

Mais recentemente, Ely criou o seu próprio site, Cinema com Ely Azeredo, que me permite oferecer a contrapartida da minha atenção. Na semana passada, ele publicou um post em que apresenta estes …rastros e um texto que me pediu a respeito das minhas “memórias de blogueiro”.

Leiam aqui.

A partir de agora, essas minhas memórias passam a integrar meu link “3×4”, no menu lá do alto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s