Destino: Oceania

Nesta segunda-feira embarco com Rosane para o único continente em que ainda não tínhamos colocado os pés. A Oceania é essa coisa distante até pela sonoridade do nome, uma espécie de admirável mundo novo mais conhecido por seus cangurus, esplendores naturais, festas LGBT e estudantes de inglês em intercâmbio. Por serem países que só no século 19 saíram do estado originário, a Austrália e a Nova Zelândia apresentam um caráter todo especial.

O que esperamos encontrar por lá além das paisagens deslumbrantes? Certamente, uma sociedade do bem-estar altamente desenvolvida e uma cultura nova convivendo com vestígios das nações aborígene e maori. A proximidade com a Polinésia e as demais ilhas do Pacífico, assim como a troca frequente com países asiáticos, conferem à região uma interessante diversidade cultural e – oba! – gastronômica. Durante a preparação da viagem, lemos um bocado e vimos ou revimos filmes capazes de nos colocar em sintonia com o sentimento dos lugares: O País de Charlie, Um Anjo em Minha Mesa, Once We Were Warriors, Picnic na Montanha Misteriosa e naturalmente Priscilla, a Rainha do Deserto, entre outros.

Pense em longe – e a Austrália estará um pouco mais além. O trajeto inicial entre o Rio e Sydney (foto do topo) deverá ser extenuante: 28 horas entre voos, escalas e conexões via São Paulo, Santiago e Auckland. Ao chegar, o fuso horário nos jogará para 13 horas adiante. Se nosso corpo sobreviver a essa primeira prova digna do Frodo de O Senhor dos Anéis, vamos cumprir o roteiro previsto através de Sydney e Melbourne, na Austrália; Queenstown, Te Anau, os fiordes de Milford Sound (foto abaixo), Wellington, a estação geotermal vulcânica de Rotorua e Auckland, na Nova Zelândia.

Voltamos no dia 15 de março. Até lá, como de praxe, pretendo postar fotos e comentários da viagem no Facebook. E o blog não ficará parado. Agendei para publicação, em seis partes, uma a cada três dias, um longo texto que vinha preparando nos últimos meses a respeito de filmes-ensaio brasileiros. Acompanhem. O assunto interessa principalmente a quem curte e estuda documentários, mas também os filmes de ficção com veia ensaística.

E para me despedir já na língua maori, “e noho rā”.

4 comentários sobre “Destino: Oceania

  1. Amigos do meu coração, boa viagem aproveitem muito vcs merecem td de maravilhoso que essa vida pode proporcionar. Trocentos mil bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s