O exílio na pele

O documentário brasileiro OS MELHORES ANOS DE NOSSAS VIDAS (2003) e o iraniano THE HOUSE IS BLACK (1962) tratam de doença e isolamento social, e nos fazem refletir sobre o que vivemos hoje. De graça na internet.

Reconstruindo Riachão

Falecido na última segunda-feira, o sambista baiano Samba Riachão teve sua trajetória e sua verve estampadas num belíssimo documentário, vencedor do Festival de Brasília e agora acessível no Youtube.

Mentiras fraternas

DIGA QUEM EU SOU (Netflix) levanta ideias intrigantes sobre formação da memória, construção da identidade e responsabilidade familiar. No fim das contas, é uma bela história de amor fraternal.