Ruiz e Alá

Há 17 anos, em agosto de 1994, Raul Ruiz (1941-2011) esteve no Rio. Mais precisamente, esteve pilotando uma restrospectiva de seus filmes e ministrando um workshop no CCBB. Na ocasião, eu trabalhava na coordenação do centro cultural e aproximei Arthur Omar do mestre chileno, a quem muito admirava. AO fez com ele um vídeo bonito e intrigante, chamado O Castelo Resiste.

Entre as várias conversas que tivemos ou que presenciei, Ruiz falou de sua paixão por línguas semimortas como o ladino, próxima do castelhano, falada durante vários séculos por judeus espanhóis. Ele gostava de dizer frases em ladino, e quando pedi seu autógrafo na capa do catálogo da mostra, ele o escreveu nesse idioma: (clique na imagem para ver maior)

A tradução poderia perfeitamente ser o epitáfio de Raul Ruiz:
“A Karlos
Do contador que narra histórias fantásticas apieda-se Alá”

2 comentários sobre “Ruiz e Alá

  1. Extraordinário cineasta. Merecedor de uma nova mostra.
    O Castelo Resiste montei com o Arthur Omar em São Paulo
    onde morava na época. Omar tem um segundo trabalho com o Raul Ruiz no Chile produzido pelo Itau Cultural.Ricardo Miranda

    • É verdade, Ricardo. Na época você montava todos os filmes do AO. O outro trabalho que ele fez chama-se “O Livro de Raul”. Pena que não se consegue ver essas coisas. Precisamos fazer a campanha “Arthur Omar para Baixar”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s