O crachá do cara

Para encerrar o atual “ciclo Vladimir Carvalho” aqui no blog, restam três coisas:

1. Recomendar que vejam Rock Brasília – Era de Ouro nos cinemas. Uma boa frequência na primeira semana ajuda o filme a resistir mais tempo em cartaz.

2. Convidá-los a ver a performance fotográfica que eu e alguns amigos fizemos no último Cineport, quando foi inaugurada a Sala Vladimir Carvalho na Usina Cultural Energisa, em João Pessoa. Cineastas, jornalistas,  amigos e performers (como Netto Ribeiro, na foto) posamos com o crachá de Vladimir. Veja aqui. Passe o mouse sobre o rosto de cada um para ver sua “identidade secreta”.

3. Indicar a leitura do ensaio de autobiografia que fiz com ele para a Coleção Aplauso, Pedras na Lua e Pelejas no Planalto. Seja comprando o livro nas livrarias ou lendo/baixando neste link do site da Imprensa Oficial do Estado de São Paulo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s