Festival do Rio: Robert Doisneau Through the Lens

A maioria de nós relaciona Robert Doisneau (1912-1994) com a famosa foto “O Beijo do Hôtel de Ville” ou, no máximo, com as imagens captadas por ele nas ruas e subúrbios de Paris, com gente comum, vendedores do mercado Les Halles, crianças soltas pela cidade. O documentário ROBERT DOISNEAU: THROUGH THE LENS, dirigido e narrado…

Muybridge: histórias por trás das fotos

O documentário Eadweard Muybridge – Zoopraxógrafo, que vi ontem no Instituto Moreira Salles como parte da mostra “Hollywood e Além: O Cinema Investigativo de Thom Andersen”, é uma análise primorosa do trabalho do pioneiro da fotografia sequencial. O filme revelou detalhes da vida e da obra de Muybridge que me deixaram boquiaberto. Por exemplo: – Muybridge…

Doces encontros

Amanhã (sábado), às 18h30, o Instituto Moreira Salles vai exibir o curta (24 minutos) IMPROVÁVEL ENCONTRO, de Lauro Escorel, sobre a amizade e a interação artística dos fotógrafos José Medeiros (1921-1990) e Thomas Farkas (1924-2011). Após a projeção, vou participar de um encontro – este nada improvável – com Escorel e Samuel Titan Jr., curador…

Caçando imagens na Nova Zelândia

Divido hoje com vocês uma seleção das minhas fotos da Nova Zelândia, visitada em março deste ano. Os álbuns compreendem as joias naturais de Queenstown, Te Anau e Milford Sound, a metrópole de Auckland, a modesta e algo caipira capital Wellington, e a fumegante Rotorua, centro da cultura maori. Ao clicar em cada foto, o respectivo…

Cinco livros de cinema

Sávio Leite, diretor da Mumia – Mostra Udigrudi Internacional de Animação, já em sua 12ª edição em Minas Gerais, é o organizador da coletânea Animação Maldita Brasileira (editora Favela É Isso Aí, BH). O volume reúne uma série de ensaios sobre a animação feita no país à margem dos circuitos mainstream. Traz ainda entrevistas com…

Sibylle, Vivian e John

Ana Beatriz Nogueira, essa gigantesca atriz, vai brilhar mais uma vez no palco a partir desta semana como uma filha de Jacques Lacan no monólogo UM PAI (PUZZLE), no CCBB-Rio. Assisti a um ensaio aberto no último fim de semana e de novo fiquei pasmo com a capacidade da Ana de se apoderar de uma…

Arthur Omar e a segunda instância da fotografia

Em tempo de FotoRio, aproveito para trazer de volta uma matéria que publiquei em 1999, em O Estado de S. Paulo, sobre o livro O Zen e a Arte Gloriosa da Fotografia, de Arthur Omar. O livro, na verdade, foi lançado pelo CCBB-Rio e a Cosac Naify como catálogo da exposição Antropologia da Face Gloriosa. O texto…

Diário da França

Festival do Rio O mundo e a aldeia O fotógrafo e cineasta Raymond Depardon, um dos criadores da agência Gamma e cultor do cinema direto na França, ganha um curioso perfil em Diário da França. Curioso em mais de um sentido. No sentido investigativo, por resgatar seu baú de filmes inéditos, dos tempos de cineasta…

Travelogue

Reuni no menu Travelogue, lá em cima, os links de acesso a minhas fotos de viagem. Quando quiser seguir um pouco desses rastros, fique à vontade.

Luz tropical brasileira

Waldemar Lima, o fotógrafo de Deus e o Diabo na Terra do Sol, e Linduarte Noronha, diretor de Aruanda, morreram recentemente no espaço de pouco mais de uma semana. Ambos tinham a ver com a descoberta de uma luz especificamente brasileira para o cinema, ali na primeira metade dos anos 1960. Hoje publico aqui um…

O crachá do cara

Para encerrar o atual “ciclo Vladimir Carvalho” aqui no blog, restam três coisas: 1. Recomendar que vejam Rock Brasília – Era de Ouro nos cinemas. Uma boa frequência na primeira semana ajuda o filme a resistir mais tempo em cartaz. 2. Convidá-los a ver a performance fotográfica que eu e alguns amigos fizemos no último…

African portraits

Diversão de domingo: Juro que este é meu último post sobre minha recente viagem à África. Não encho mais o saco de vocês com esse assunto. Mas ainda quero compartilhar duas coisas: 1. Esta brincadeira com portraits que eu e Rosane fizemos de gente nas ruas. Dura pouco mais de 2 minutos e tem música…

Fotoclipes sul-africanos

Diversão de domingo: Duas brincadeirinhas com fotos que eu e Rosane tiramos na África do Sul. Algumas imagens são frames de vídeo. Tudo vale mais pelos lugares… e pela música. Então veja em tela inteira e aumente o som.

Tempo de ‘criadoria’

Um dos aspectos que pretendo abordar no bate-papo da Mostra Fotocine – hoje (quinta) às 18h30 no Centro Cultural Correios, Rio – é o que venho chamando de Criadoria. Trata-se de um processo em que a criação se confunde com a curadoria, pois se projeta sobre obras alheias já existentes ou ainda por nascer. Esse…

Fotografia e cinema

Começa hoje no Centro Cultural Correios, no Rio, a Mostra Fotocine, que pretende vasculhar as muitas relações entre cinema e fotografia fixa. Lá estão na programação, entre documentários e ficções, filmes em que o fotógrafo é o personagem principal, outros em que a fotografia fixa em si é o destaque, e outros ainda compostos basicamente de…

Fotos de Cabo Verde

Diversão de domingo: Postei três álbuns no Picasa com uma seleção das minhas fotos de Cabo Verde. Não sou um fotógrafo com estética ou técnica particulares. Tento apenas capturar da melhor maneira possível o que vejo,  usando câmera simples ou smartphone. Algumas imagens são mesmo frames de vídeo. Portanto, se liguem mais no objeto do que na…

Souvenir coletivo

Diversão de domingo: Aproveitando a onda de turismo aqui no blog, compartilho com vocês um achado interessante (via Twitter @fernandabruno). A fotógrafa suíça Corinne Vionnet realizou uma série de montagens com fotos alheias de pontos turísticos incontornáveis pelo mundo. Pesquisando na internet, ela reuniu e sobrepôs entre 200 e 300 fotos de cada lugar, gerando…

Bodanzky e a fotografia

A identidade visual do É Tudo Verdade 2011 coloca em destaque a obra fotográfica de Jorge Bodanzky. Mais conhecido por seus documentários de ponta nos anos 1970 e 80, e pelo envolvimento mais recente com o binômio cultura/meio-ambiente, Bodanzky tem, no entanto, uma carreira paralela como fotógrafo que antecedeu e se ombreia com a do…

Travessuras de Laurie

Com seu ar de garoto travesso, Laurie Anderson abriu ontem pessoalmente a sua exposição I in You / Eu em Tu no CCBB-RJ. A moça trouxe seus violinos performáticos, vídeos e duas instalações de encher os olhos (e ouvidos). Numa delas, poemas audiovisuais são projetados em quatro telas de formatos e tamanhos diferentes. Na outra,…