Mario Carneiro para baixar

Mario carneiro - livroLançado em dezembro do ano passado, o livro Mario Carneiro – Trânsitos tem sido distribuído gratuitamente a bibliotecas, centros culturais, universidades, pesquisadores e profissionais das áreas de cinema e artes visuais. É um projeto não comercial, realizado com recursos do Prêmio Procultura de Estímulo às Artes Visuais. Agora começa a ser disponibilizado um PDF para download. São 224 páginas de uma bela edição ricamente ilustrada com desenhos, gravuras e pinturas de Mario, além de fotogramas de filmes que ele fotografou ou dirigiu.

Clique no link a seguir para baixar: Mario Carneiro – Trânsitos

Iniciativa da artista plástica Fabiana Éboli Santos, organizadora do livro, Mario Carneiro – Trânsitos é uma primeira tentativa de reunir e analisar a obra plástica de Mario, bem como estudar as relações entre esse trabalho e sua produção na área de cinema. Muito respeitado mas nunca reconhecido como merecia no meio das artes visuais, um tanto ofuscado pelo mestre e amigo Iberê Camargo e até pela sua alta reputação como fotógrafo cinematográfico, Mario ganha um texto de fôlego do crítico de arte Adolfo Montejo Navas. Ele reivindica “um lugar pendente que a cultura brasileira precisa outorgar a Mario Carneiro”.

De minha parte, procurei, no texto O Pintor com a Câmera, mapear os ecos das artes visuais no cinema de Mario, da “fase Goeldi” inicial à proposta de uma luz e uma palheta de cores brasileiras que consagrou seu “olho de artista” no âmbito do cinema. O volume conta também com uma abrangente e oportuna introdução da organizadora.

No próximo dia 7 de agosto, o livro será lançado no Museu da Imagem e do Som de São Paulo. Haverá projeção de filmes a partir das 16 horas, bate-papo com Adolfo Montejo Navas, Fabiana Éboli Santos e Joel Pizzini a partir das 19h e distribuição do livro para o público presente até as 22h.

 

 

Um comentário sobre “Mario Carneiro para baixar

  1. Obrigada por disponibilizar o PDF em seu blog, Carlos! Muito me orgulha contar com seu texto no livro, ele respondeu brilhantemente à proposta de abordar os “trânsitos” de MC pelas linguagens artísticas. Sua colaboração durante todo o processo de pesquisa e seu compromisso com o livro foram inestimáveis! Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s