Doces encontros

Amanhã (sábado), às 18h30, o Instituto Moreira Salles vai exibir o curta (24 minutos) IMPROVÁVEL ENCONTRO, de Lauro Escorel, sobre a amizade e a interação artística dos fotógrafos José Medeiros (1921-1990) e Thomas Farkas (1924-2011). Após a projeção, vou participar de um encontro – este nada improvável – com Escorel e Samuel Titan Jr., curador da exposição “Modernidades Fotográficas”, em cartaz no instituto. O filme de Escorel é uma delicada evocação daquelas duas figuras adoráveis e das diferenças e semelhanças entre os trabalhos e a personalidade de cada um. A conversa promete.

Mas um pouco antes, às 17h, o historiador Mauricio Lissovsky vai fazer uma visita comentada à exposição, que reúne, além das fotos de Medeiros e Farkas, obras de Marcel Gautherot e Hans Gunter Flieg. Nas imagens desses quatro fotógrafos, um Brasil moderno (1940-1964) começava a tomar forma – no Rio, em São Paulo, na nascente Brasília ou no Amazonas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s