A Rússia e nós

RETROSPECTIVA MARINA GOLDOVSKAYA

A Retrospectiva Marina Goldovskaya, por mais importante que seja a diretora, parece-me trazer um déficit de novidade para o É Tudo Verdade deste ano. Não só porque Marina já veio ao festival duas vezes trazendo alguns de seus filmes mais recentes, como também porque o tema dominante em sua filmografia, a questão russa desde a glasnost, soa hoje mais como História do que como motivo de debate para um festival de documentários.

Coloquei esse pensamento para Amir Labaki. Em sua resposta, ele destacou: “É especialmente interessante que esta produção capte a História com “h” maiúsculo, no mais das vezes a partir de seu impacto na vida cotidiana das pessoas, muito em consequência das novas possibilidades de intimidade no registro abertas pela revolução do cinema digital”.

Ok, Marina está completando 70 anos de idade e tem um livro de memórias chamado A Mulher da Câmera de Filmar. É uma grande realizadora, sem dúvida nenhuma. Mas estou curioso para ver como o festival vai estabelecer um diálogo mais caloroso entre ela e o público brasileiro – seja aquele interessado no doc pela ótica dos temas, seja da linguagem. Veja aqui o release e a programação da retrospectiva

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s