Os melhores da década

Nesse derradeiro suspiro do ano, eu devo estar sendo o último a divulgar sua lista de melhores da década. Se você já não aguenta mais tanta lista, navegue para outra página da web. Pode ser também que você seja daqueles rigorosos que consideram 2009 o nono ano da década, e listas como essas apenas fetiches de gente apressada. Se não for um caso nem outro, veja abaixo os filmes de longa metragem que mais apreciei entre os lançados comercialmente no Rio de Janeiro entre 2000 e 2009. Ao final, coloquei as listas dos melhores docs brasileiros e estrangeiros por enquanto exibidos somente em festivais, mostras, na TV ou na internet.   

Melhores docs brasileiros da década (lançados em cinemas)

Jogo de Cena – Eduardo Coutinho

Santiago – João Moreira Salles

Ônibus 174 – José Padilha e Felipe Lacerda

Serras da Desordem – Andrea Tonacci 

Edifício Master – Eduardo Coutinho

Pan-Cinema Permanente – Carlos Nader

Hércules 56 – Silvio Da-Rin

500 Almas – Joel Pizzini

Entre a Luz e a Sombra – Luciana Burlamaqui

Estamira – Marcos Prado

Mais 12 destaques: O Fim e o Princípio, Simonal – Ninguém Sabe o Duro que Dei, Vinicius, Soy Cuba – O Mamute Siberiano, A Pessoa é para o que Nasce, Entreatos, O Prisioneiro da Grade de Ferro, O Engenho de Zé Lins, Personal Che, Samba Riachão, Pierre Fatumbi Verger, Cidadão Boilesen.

 

Melhores ficções brasileiras (lançadas em cinemas)

Lavoura Arcaica – Luiz Fernando Carvalho

Cidade de Deus – Fernando Meirelles e Katia Lund

O Céu de Suely – Karim Aïnouz

Estômago – Marcos Jorge

Nome Próprio – Murilo Salles

É Proibido Fumar – Anna Muylaert

Mutum – Sandra Kogut

Árido Movie – Lírio Ferreira

Amarelo Manga – Claudio Assis

Contra Todos – Roberto Moreira

Mais 10 destaques: O Invasor, Eu me Lembro, Quanto Vale ou é por Quilo?, Meu Tio Matou um Cara, Antonia – O Filme, Bicho de Sete Cabeças, Eu Tu Eles, Separações, Linha de Passe, Villa Lobos – uma Vida de Paixão

 

Melhores docs estrangeiros (lançados em cinemas)

O Homem-Urso – Werner Herzog

O Equilibrista – James Marsh

Mataram Irmã Dorothy – Daniel Junge

O Advogado do Terror – Barbet Schroeder

Tiros em Columbine – Michael Moore

Fahrenheit 11 de Setembro – Michael Moore

Buena Vista Social Clube – Wim Wenders

O Show não Pode Parar – Brett Morgen e Nanette Burstein

Bolívia: História de uma Crise – Rachel Boynton

The Corporation – Jennifer Abbot e Mark Achbar

 

Melhores ficções estrangeiras (lançadas em cinemas)

Luz Silenciosa – Carlos Reygadas

Três Macacos – Nuri Bilge Ceylan

A Vida dos Outros – Florian Henckel Donnersmarck

Sangue Negro – Paul Thomas Anderson

Amor à Flor da Pele – Wong Kar-Wai

Fale com Ela – Pedro Almodóvar

Beleza Americana – Sam Mendes

Ratatouille – Brad Bird

Desejo e Perigo – Ang Lee

4 Meses, 3 Semanas e 2 Dias – Christian Mungiu

Mais 10 destaques: Filhos da Esperança, Orgulho e Preconceito, A Rainha, A Hora do Show, Dançando no Escuro, O Escafandro e a Borboleta, Em Busca da Vida, Medos Privados em Lugares Públicos, Diários de Motocicleta, Boa Noite e Boa Sorte.

 

Melhores docs brasileiros não lançados

O Homem que Engarrafava Nuvens – Lírio Ferreira (Festival do Rio)

Morro do Céu – Gustavo Spolidoro (Semana dos Realizadores)

Cinderelas, Lobos e um Príncipe Encantado – Joel Zito Araújo (F. Rio)

Novela na Santa Casa – Cathie Levy

O Risco – Lúcio Costa, uma Utopia Moderna – Geraldo Motta Filho 

Carrego Comigo – Chico Teixeira

Estrada Real da Cachaça – Pedro Urano (F. Rio)

A Alma do Osso – Cao Guimarães (É Tudo Verdade)

Jardim Ângela – Evaldo Mocarzel

Os Melhores Anos de Nossas Vidas – Andrea Pasquini (ÉTV)

 

Melhores docs estrangeiros não lançados                                     

En Construcción – Jose Luis Guerin (DVD)

Of Time and the City – Terence Davies (Festival do Rio)

Desobediência – Licínio Azevedo (Cineport)

The Revolution Will Not Be Televised – Kim Bartley e Donnacha O’Briain (É Tudo Verdade)

A Música de Meu Pai – Igor Heitzmann (ÉTV)

Jonestown: Life and Death of the People’s Temple – Stanley Nelson (F.Rio)

Five Days – Yoav Shamir (ÉTV)

Férias Prolongadas – Johann Van der Keuken (ÉTV)

Stranded – Gonzalo Arijón (ÉTV)

Up the Yangtze – Yung Chang (ÉTV)

Mais 10 destaques: O Pesadelo de Darwin, Sergio, Living With Michael Jackson, S-21 – A Máquina de Morte do Khmer Vermelho, Little Dieter Needs to Fly, Profiles Paysans: La Vie Moderne, Iraq in Fragments, Why We Fight, In the Shadow of the Moon, Cruel Separación.

Veja no post abaixo minha lista de melhores filmes de 2009.

Um comentário sobre “Os melhores da década

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s