Videoarte no cinema

A Mostra Olho Video Art Cinema – em cartaz este fim de semana no Espaço Itaú do Rio e de terça a quinta no de SP – é um luxo para quem aprecia a experimentação audiovisual. São três programas reunindo 29 obras de 10 autores de 9 países. Normalmente, elas são exibidas em museus, galerias…

Novo tempo para a Cinemateca do MAM

Neste mês de julho, a Cinemateca do MAM comemora 60 anos e ganha um presente estimulante: seu novo curador é o crítico de cinema e gestor Ricardo Cota, que ocupa a partir de agora o lugar de Gilberto Santeiro, recentemente falecido. Cota milita na crítica há pelo menos 30 anos, com passagens pela saudosa revista Cinemin, o Jornal…

A pauliceia do Joia

A programação do Cine Joia, em projeção sempre impecável, está trazendo uma face pouquíssimo conhecida do cinema brasileiro atual. Não são as comédias de sucesso nem o jovem cinema de Tiradentes, nem tampouco os chamados filmes médios ou o trash regional. São obras à margem de todos esses mercados, de origens que para mim soam…

Cinema, teatro e algo mais

Nos seus primeiros filmes Alain Resnais falava sobre o amor, a morte, a memória e a fantasia de maneira solenemente intelectual, como alguém que abria caminho na complexidade desses temas e ao mesmo tempo na linguagem cinematográfica. Em seus últimos trabalhos, ele continuou falando das mesmas coisas, mas numa chave lúdica e aparentemente despretensiosa, como…

Brasileiros, irmãos, etc

Hoje às 23h30 vai ao ar na TV Brasil o sexto e último episódio da série documental TODOS OS BRASILEIROS DO MUNDO, de Fabiano Maciel. Não vale dizer que é das melhores coisas que vi na TV ultimamente porque não vejo muita TV, mas que é um trabalho e tanto, lá isso é. Com uma…

A faxina digital

A substituição do celuloide pelos arquivos digitais não trouxe apenas uma mudança de suporte, mas também uma alteração em toda a ontologia do cinema. A começar pelo sentido de duração, antes determinado pela sucessão de fotogramas. Mesmo nas fitas de vídeo e até nos DVDs, era possível estabelecer uma relação entre a duração do filme…

Cinema e lugares incomuns

(Artigo publicado originalmente na revista Filme Cultura 60, jul/ago/set-2013) Tanto quanto produto de circulação cada vez mais global, o cinema constitui também um fenômeno intensamente local do ponto de vista da recepção. Se por um lado as condições de mercado moldam a oferta de filmes nas salas de cada região, por outro o público interage…

Um conto uruguaio

Jorge sai da cinemateca para entrar na vida, a vida útil do título, ou seja lá o que isso for. Caminhando pela cidade em busca de um certo encontro, ele abandona a contemplação e se torna personagem do seu próprio filme particular.

O anunciador de Montes Claros

Para quem anda sentindo falta dele no Rio, é bom saber que Paulo Henrique Veloso Souto está sadio e feliz de volta a sua terrinha natal, Montes Claros, no norte de Minas. É aquela paisagem que conhecemos principalmente dos filmes de Carlos Alberto Prates, com quem Paulinho começou a tomar gosto pelo cinema nos anos 1960. Filho pródigo, ele retornou há poucos meses depois de 35 anos no Rio. Pra variar, já está metido até o pescoço no cinema de lá. Hoje começa a 1ª Mostra de Cinema de Montes Claros. Paulinho é consultor de relações públicas do evento.

Cinefilia online

Artigo escrito em 2010 para a revista Filme Cultura nº 53, de janeiro de 2011 (alguns números devem, portanto, estar defasados) Você baixa seus e-mails pela manhã e recebe a mensagem de um amigo avisando que um filme raro dos anos 1970 acaba de ser disponibilizado num site de cinema online. Então você não resiste,…

Facebook contra Bonequinho

Um novo capítulo nas relações entre crítica, exibição cinematográfica e redes sociais pode estar sendo escrito agora mesmo aqui no Rio. Estreou na última sexta-feira o filme chileno A Vida dos Peixes, de Matías Bize. A crítica Susana Schild atribuiu-lhe um Bonequinho dormindo em O Globo e um texto inspirado em que tirava sarro com…

Uma sessão de cinema na Índia

Aí vai mais um bom pedaço de memória da minha viagem à Índia em 2005. Uma sessão no popularíssimo e folclórico cinema Raj Mandir, na cidade de Jaipur, norte do país. O vídeo tem quase 9 minutos. Em seguida, leia alguns trechos do livro Bombaim, Cidade Máxima, referentes aos costumes dos indianos dentro das salas…

Sucessos segundo Ely Azeredo

O crítico e amigo Ely Azeredo enviou comentários a respeito do assunto do meu post anterior, As contas do nacional-popular.  Mais que meros comentários, acho que merecem o destaque de um post especial. Rabiscos às margens de seu estudo para Filme Cultura >O CANGACEIRO – Um dos muitos enigmas, até porque é sabido que havia “caixas…

As contas do nacional-popular

Em tempos de muitas estatísticas sobre o mercado do cinema brasileiro, publico aqui a matéria que fiz para a revista Filme-Cultura nº 52, cujo tema de capa era uma história dos arrasa-quarteirão verde-amarelos. O artigo se refere aos sucessos de bilheteria dos anos 1960 e 70. Numa cena do documentário Cinema Novo (Improvisiert und Zielbewusst),…

Cineport: um balanço preocupante

O 5º Cineport terminou ontem em João Pessoa com um balanço um tanto preocupante. De um lado, são evidentes as virtudes desse único festival a reunir filmes e gentes do mundo lusófono. De outro, não há como escamotear os problemas de organização e infraestrutura que ameaçam sua reputação. A caótica cerimônia de premiação, na noite…

Memórias de cinema de uma cidade sem cinemas

Dentro da homenagem a Cabo Verde no Cineport, assistimos anteontem ao documentário Éden, sobre o cinema e a cinefilia de Mindelo. Esta cidade da Ilha de São Vicente já foi a capital da cinefilia do país e hoje simplesmente não tem salas de cinema comerciais. O meio cultural mindelense vem lutando pela reativação do cine…

Os três da semana

Numa sucessão vertiginosa, os filmes brasileiros estão chegando e rapidamente saindo de cartaz para voltarem ao circuito da relativa obscuridade. Poucos chegam a vencer o marco das duas semanas em alguma sala, em horários nem sempre convidativos. Isso faz com que sua passagem pelas salas de cinema se torne apenas uma etapa necessária a cumprir,…

Dia do Documentário

Amanhã (domingo) será comemorado pela primeira vez no Brasil o Dia do Documentário. A criação da data partiu da Associação Brasileira de Documentaristas, entidade que desde 1973 reúne cineastas em torno das questões do curta-metragem e do documentário. Após uma discussão com os núcleos regionais, escolheu-se o 7 de agosto, data de nascimento de Olney…

1500 cineminhas

A Programadora Brasil está comemorando. Chegaram a 1500 os pontos cadastrados para exibição de filmes brasileiros em DVD. Se 480 municípios brasileiros têm salas comerciais de cinema, são 800 os municípios que hoje contam com algum espaço destinado a exibições de material da Programadora. Do Amapá ao Rio Grande do Sul. O número de espectadores…

Enfim, Ythaca

O poema de Konstantinos Kaváfis citado no final de Estrada para Ythaca é um elogio da viagem em detrimento do destino. Um louvor ao percurso em detrimento da chegada. Ythaca não seria tanto o objetivo, mas o que nos faz partir e absorver os conhecimentos do trajeto. O filme dos Irmãos Pretti e dos Primos…