Marina, força e fragilidade

Marina Abramović tem sorte ou supervisiona muito bem os documentários sobre ela. Dos que eu já conhecia, Balkan Baroque, de Pierre Colibeuf, é uma interessantíssima colagem de performances e depoimentos de Marina; e Marina Abramović – A Artista Está Presente, de Matthew Akers, é uma obra-prima do filme sobre arte. Chega-nos agora ESPAÇO ALÉM: MARINA ABRAMOVIĆ E…

In(ter)venções

A Oca, no Parque Ibirapuera (São Paulo), está apresentando até 4 de outubro a exposição Invento – As Revoluções que nos Inventaram. Os curadores Marcello Dantas e Agnaldo Farias selecionaram cerca de 30 invenções revolucionárias e artistas que as reinterpretaram mais recentemente. Lá estão desde o ferro de passar com pregos de Man Ray a…

Marina bem de perto

Na semana passada realizei um desejo: vi Marina Abramović de perto. Da primeira fila do lado par. Não era nenhuma performance, mas de certa forma era também. Nas palestras semanais que vem dando no evento Terra Comunal do Sesc Pompeia, ela pisa no enorme tablado vazio do teatro como uma espécie de sacerdotisa venerada por seus fiéis.…

Timbuktu, Cinza, Rembrandt

A mítica cidade de Timbuktu, no Mali, foi tradicionalmente um centro de tolerância religiosa e racial, onde as culturas songhai, árabe e tuaregue conviveram em harmonia. Ultimamente, virou palco de disputas entre o governo do país, apoiado pela França, e grupos radicais islâmicos. A ocupação da cidade por esses últimos durante nove meses em 2012…

Sobre quadros

Notas sobre mais dois filmes que vi durante o Carnaval Nicolas Philibert rodou LA VILLE LOUVRE no período final da renovação do museu, nos anos 1980. Com o Louvre fechado, o doc nos oferece a oportunidade de conhecê-lo sem mais visitantes, entregue apenas ao trabalho dos operários, funcionários e curadores. Quadros e esculturas são restaurados,…

Arquitetura em primeira pessoa

O Festival do Rio trouxe às telas de cinema a minissérie de TV Catedrais da Cultura, realizada em 3D com produção executiva de Wim Wenders. Os alemães Werner Herzog (A Caverna dos Sonhos Esquecidos) e Wenders (Pina) são hoje os maiores entusiastas do 3D como ferramenta de documentários que pretendem explorar a espacialidade de seus…

Carrossel Oiticica

HÉLIO OITICICA, o documentário do sobrinho César, assume um risco fundamental, o de ser um longa-metragem biográfico composto unicamente de materiais preexistentes e sem medo de mergulhar no espírito do seu biografado. Embora os áudios de Hélio forneçam uma tênue linha cronológica, o que prevalece é um carrossel de referências cruzadas, em que o trabalho…

Mario – câmeras, pincéis

Amanhã (segunda, 16/12), entre 17h30 e 21h30, será lançado no Parque Lage o livro Mario Carneiro – Trânsitos. Organizado pela artista plástica, socióloga e pesquisadora Fabiana Éboli Santos, o volume contém textos de Fabiana, do crítico de arte Adolfo Montejo Navas e meu, além de filmografia e catalogação das obras plásticas de Mario (1930-2007), com…

Contrastes venezianos

A pedido do editor Paulo Lima, escrevi para a revista eletrônica mensal Balaio de Notícias mais um artigo sobre o que vi na Bienal de Veneza. Dessa vez, tratei dos contrastes entre as obras de arte contemporânea espalhadas pela cidade e o cenário tradicional veneziano. Para ler a matéria, acesse o Balaio de Notícias.  

Bienal de Veneza: três obsessões

A 55ª Bienal de Arte de Veneza termina seus cinco meses de exibição no próximo dia 24. Da maratona que fiz nos meus cinco dias de permanência na cidade no mês passado, venho selecionando algumas fotos e suas respectivas lembranças para publicar aqui e ali. Não é simples dar conta de tudo o que se…

Venezia, la bella galleria

A cada ano ímpar eu contemplava a possibilidade de conhecer a Bienal de Veneza. É a maior concentração de arte contemporânea de qualidade que se pode ver em uma única cidade. E que cidade! – ela própria uma obra de arte, se me permitem o clichê. Agora, finalmente, vou realizar esse sonho. Parto hoje (sábado)…

Pílulas 33

RENOIR é aquele típico filme sobre pintor que se contenta em reproduzir a luz e a atmosfera que teriam inspirado seus quadros. A luz de fato é linda, e você pode ouvir as minúcias sonoras da campagne como na Côte d’Azur de 1915. Mas não espere muito mais do que isso. O filme enfatiza o…

Concórdia e o Vermelho

Na fila à minha frente, no Teatro Sesc Ginástico, a senhorinha balançava a cabeça frequentemente, concordando com o que Antonio Fagundes, no papel do pintor Mark Rothko, dizia sobre o respeito necessário diante de uma obra de arte. Para facilitar, vamos chamá-la de Concórdia. Era tão entusiasmada sua adesão à fala cênica que às vezes…

O enclausurado

Francisco Brennand é tanto um filme sobre o artista quanto sobre a sua condição de enclausurado. Não à toa, a primeira cena o mostra dentro de seu ateliê falando sobre a janela que só há pouco tempo decidiu mandar abrir. Mas é uma janela gradeada e de vidro espesso, que não se abre e apenas…

Margaret Mee e a Flor da Lua

Festival do Rio Malu e a Flor MM Como as flores amazônicas que desenhava, Margaret Mee era delicada, risonha e elegante. Mas como as árvores que costumava esboçar como pano de fundo de seus desenhos, ela também era forte e determinada. A excêntrica senhorinha inglesa que combinava ciência e arte em suas aventuras pela Amazônia…

Marina Abramović: A Artista Está Presente

Festival do Rio O poder da performance Quem jamais esteve pessoalmente diante de Marina Abramović vai tê-la presente como nunca nesse excelente documentário de Matthew Ankers. Em closes descomunais, no banho, em sessões de maquiagem, em workshop com jovens artistas, no reencontro emocionado com o antigo companheiro e parceiro Ulay e com outros traços de…

Atualidades de Vladimir

Dizem que biógrafo de gente viva é como um cônjuge feliz: acompanha o biografado pelo resto da vida. Mas no meu caso, das cinco biografias que escrevi ou ajudei a escrever, somente uma, a de Vladimir Carvalho, deixou um rastro mais ou menos permanente. Depois do livro, continuamos próximos e compartilhando os principais acontecimentos da…

A pequena fábrica de matizes

Os documentários produzidos pela Matizar de Guilherme Coelho têm apresentado algumas características comuns: a presença de diretores jovens, o bom gosto formal, a eleição de dispositivos interessantes e a procura de temas que fogem às pautas mais frequentes da atualidade. Assim foi, por exemplo, Romance de Formação, de Julia Simone, perfil sintético de três jovens universitários…

Passeios no bosque da arte

Dois dias são o tempo mínimo necessário para conhecer razoavelmente Inhotim, misto de jardim botânico, laboratório paisagístico e multigaleria de arte contemporânea a 60 km de Belo Horizonte. Trata-se de uma oportunidade rara, eu diria mesmo no mundo, de se perceber in loco as possibilidades de interação entre arte e natureza. Esse é mesmo um…

Tempo de ‘criadoria’

Um dos aspectos que pretendo abordar no bate-papo da Mostra Fotocine – hoje (quinta) às 18h30 no Centro Cultural Correios, Rio – é o que venho chamando de Criadoria. Trata-se de um processo em que a criação se confunde com a curadoria, pois se projeta sobre obras alheias já existentes ou ainda por nascer. Esse…