O “lobo” e a serpente

O tema do Oscar este ano parece ser o da sobrevivência em condições extremas após a morte de um parente próximo. Assim são “O Regresso”, “Filho de Saul” e também O LOBO DO DESERTO, filme que representa a Jordânia na corrida pela estatueta de melhor filme em língua estrangeira. O menino Theeb (“Lobo”), vivido de…

Três filmes e um livro

As psicopatias americanas dão mais um bom fruto cinematográfico em FOXCATCHER. Dessa vez, estamos na área do mecenato esportivo, com base na história real do relacionamento entre o trilionário John Eleuthère Du Pont e dois irmãos campeões olímpicos de luta livre. A vida excêntrica de Du Pont daria pelo menos três filmes diferentes, mas essa…

Pílulas 17

A partir de agora, meus posts de “Pílulas” aparecerão numerados. Para quem ainda não os conhece, são comentários rápidos postados nas redes sociais por um crítico cada vez mais preguiçoso. Aqui os reúno para chegar a quem não está no Facebook nem no Twitter e também para facilitar a recuperação de dados. Concorrente dinamarquês ao…

Pílulas 16

Eu esperava bem menos do LINCOLN de Spielberg. Menos didatismo, menos oficialismo, menos academicismo. Pensando bem, eu esperava isso mesmo: um mastodonte histórico que não viaja bem além-fronteiras. Uma peça de retórica política, longa, verborrágica e confusa, atravessada por piadinhas do século XIX. Aquela coisa de encenar a História norte-americana como se fosse uma peça de Shakespeare,…

Máquinas do tempo

Três filmes oscarizados este ano compartilham o diálogo entre os cinemas americano e francês (e as respectivas culturas, de certa maneira) e o interesse pelo retorno no tempo como matéria de suas dramaturgias. O Artista, A Invenção de Hugo Cabret e Meia-noite em Paris propõem viagens ao passado como legítimo escapismo, sem estabelecer conflitos nessa…

Nosso primeiro Oscar?

João Luiz Vieira me apresentou a pesquisa de seu ex-aluno Felipe Haurelhuk, cuja monografia de conclusão de curso (TCC) foi sobre a presença do Brasil no Oscar desde 1929. Segundo o professor, Felipe “descobriu dados bastante interessantes, tudo muito bem documentado, incluindo pesquisas na biblioteca da Academy of Motion Pictures, em Los Angeles”. A meu pedido,…

A guerra na intimidade

Entre os concorrentes ao Oscar de longa documental este ano, pode-se dizer que Trabalho Interno falava de perto com quem se interessa por economia e política; Lixo Extraordinário tinha apelo para os que colocam o humanismo em primeiro lugar; Exit Through the Gift Shop era o preferido dos conectados com as questões da arte contemporânea;…

A porta giratória

Por mais que a crise americana de 2008 nos tenha afetado com a “marolinha”, e por mais que estejamos iniciados em swaps, subprimes, rating agencies, derivatives, Lehman Brothers & Cia., existe algo que nos escapa completamente em Trabalho Interno. É o potencial catártico de ver tantos vilões gaguejarem mais que Colin Firth em O Discurso…

A arte, a rua, o lixo, o autor

Entre os cinco filmes que disputam o Oscar de longa documental no próximo dia 27, um dos favoritos é Exit Through the Gift Shop. O badalado dossiê sobre arte de rua é assinado pelo inglês Banksy, a maior e mais misteriosa celebridade da área. As histórias por trás e as dúvidas em torno da produção…

Lula, o filme, 2º round

Não vou discutir aqui os méritos da escolha de Lula, o Filho do Brasil para disputar uma indicação ao Oscar. Participei no ano passado dessa comissão e sei que os critérios finais não dizem respeito somente à qualidade artística do filme, mas levam em conta, com peso alto, todas as variantes que podem influir na avaliação do…

Casi dos hermanos

No inicio de abril, ainda sob os eflúvios do Oscar para O Segredo dos Seus Olhos, fui entrevistado pelo crítico e repórter Paulo Henrique Silva, do jornal mineiro Hoje em Dia, a respeito de supostas rivalidades cinematográficas entre Brasil e Argentina. A seguir, transcrevo os trechos com minhas declarações.     Mas é claro que vale a…

A rainha e os críticos

Ver um filme e em seguida participar de um bate-papo com críticos de cinema tem sido programa raro no Rio, fora de mostras e festivais. Tem a Sessão Cinética, mensal, no Instituto Moreira Salles, e a Sessão Filme em Foco, também mensal, parceria da Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro (ACCRJ) com…

Os argentinos e nós

Uma das boas notícias da noite do Oscar foi a vitória inesperada de O Segredo dos seus Olhos na categoria de melhor filme em língua estrangeira. Surpresa não pela qualidade do filme, que é inequívoca, mas pelo franco favoritismo de A Fita Branca e O Profeta. Só sei que alguma coisa me alertava para uma…

Perdemos geral

Na última quarta-feira, a Folha Ilustrada publicou uma matéria de capa sobre a concorrência pelo Oscar de melhor filme estrangeiro. O foco do artigo era a distância qualitativa entre os filmes brasileiros que disputaram uma indicação e os cinco afinal indicados. Eu fui um dos entrevistados pela repórter Ana Paula Sousa, devido à minha participação…

Cameron is coming

Dois posts abaixo eu dizia que tinha dois segredos para contar em breve. Um deles já vazou numa revista semanal cujo nome me recuso a repetir. James Cameron, o mago de Titanic e Avatar, vem ao Brasil em fins de março, trazido pela empresa Seminars. Fará duas conferências – uma em Manaus, sobre sustentabilidade, e…

“Salve Geral” e o Oscar

Cheguei há pouco da reunião da comissão que indicou Salve Geral como candidato brasileiro a uma indicação da Academia para o Oscar de melhor filme em língua estrangeira. Por norma, não podemos relatar o processo de escolha. Mas, como foi divulgado que o resultado não foi por unanimidade, mas por votação, posso dizer que três…