30 anos depois

Na minha recente viagem à Inglaterra, levei algumas fotos de Londres e Bath, tiradas em 1988, e refiz as imagens, em angulação o mais semelhante possível. Compartilho com vocês a diversão de verificar as alterações ocorridas nesses 30 anos sobre as paisagens e, por extensão, sobre o espírito do tempo.

LEICESTER SQUARE, Londres

Desapareceu o punk de cabeleira amarela, típico dos anos 80. Desmontou-se o banheiro público à direita da foto e mudaram-se as grades da praça por outras de desenho mais elaborado, com flores vermelhas plantadas ao longo de sua extensão. Sumiram os postes-lampiões que ainda davam um toque vintage ao entorno da praça. A fachada do cinema Empire sofreu modificações profundas, ostentando agora o megacartaz de Megatubarão. A copa da árvore que pendia no noroeste da foto, contudo, permanece fiel.


PALÁCIO DE BUCKINGHAM, Londres

O sorriso da moça é o mesmo, 30 anos depois. Mas a fachada do palácio recebeu uma boa limpeza e os jardins ficaram mais encorpados. Os carros vermelhos, como no mundo todo, reduziram sua incidência na paisagem urbana. As mesmas grades nunca resistem a três décadas


RIO AVON E PULTENEY BRIDGE, Bath

As árvores cresceram à margem do Avon e hoje encobrem parte dos edifícios que fazem moldura à majestosa Pulteney Bridge. Em 1988 ainda não havia o ancoradouro de barcos de passeio na margem direita. O resto permanece como na era dos romanos em Bath.


TERMAS ROMANAS, Bath

As Termas Romanas de Bath foram criadas em 75 D.C. e redescobertas em 1775. O que pode mudar em meras três décadas num patrimônio preservado há 1943 anos? Prestando atenção, a gente vê que as botas do soldado e os detalhes da saia se deterioraram bastante. Todas as estátuas ali estão precisando de um banho de loja.


ABADIA DE BATH

A diferença mais perceptível está na informalidade das roupas dos turistas em 2018, se comparada com as de 1988. No mais, a cafeteria à esquerda perdeu seu toldo e a parede ganhou o andaime horroroso de alguma restauração. A Bath Abbey preserva sua imponência, ladeada à direita pela entrada das Termas Romanas.


ROYAL CRESCENT, Bath

Na paisagem desse monumental “crescent”, pouco mudou: cresceu mato nas bordas do gramado e há menos visitantes que naquele clique de 1988. Na modelo, tampouco mudou muito além do cabelo e a migração do vermelho do casaco para a mochila. Mas a desatenção do fotógrafo fez a diferença. Eu deveria ter me abaixado mais para nivelar a cabeça da Rosane com o prédio e atentado para a mochila à sua esquerda, e não à direita.


BECO DA NEW BOND STREET, Bath

A ruela do centro de Bath sem dúvida ficou menos elegante 30 anos depois. As esquadrias brancas das lojas ganharam coloração mais triste, desapareceu a decoração floral e do simpático canteiro vertical no meio do calçadão só restou o furo no chão. No galã, o cabelo encanecido denuncia a inexorável passagem do tempo.

 

 

 

3 comentários sobre “30 anos depois

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s