A arte de amar cinema sem amar filmes

O colega crítico Marcelo Lyra deu-se ao trabalho de ler o livro Quando o Caso É de Cinema, a Paixão é um Festival, de Alfredo Bertini, atual Secretário do Audiovisual do MinC golpista. Mais que isso, ele ofereceu uma análise perspicaz e circunstanciada das ideias constrangedoras de Bertini a respeito do cinema, quem sabe agora…

Entidades de cinema repudiam atos do Minc

MANIFESTAÇÃO DA ENTIDADES DE REALIZADORES DE CINEMA À SOCIEDADE As entidades representativas dos realizadores de cinema do país manifestam firme repúdio à exoneração de funcionários do Ministério da Cultura e, em particular, da Cinemateca Brasileira. Ao contrário do que diz a nota do Ministério, que a medida “atende a uma demanda da sociedade civil por…

Bye bye, Brasil

Teve golpe. Gritamos muito, até o fim, que não teria, mas a partir de certo ponto já sabíamos que tudo estava cuidadosamente planejado, orquestrado nos bastidores entre os poderes legislativo e judiciário, e que nosso grito não seria ouvido. Não se tratava mais de uma questão de consciência nem de justiça, mas de vontade. O…

Cinema e Audiovisual pela Democracia

Os representantes da classe cinematográfica do Rio de Janeiro, reunidos em torno do lema “Cinema Brasileiro pela Democracia”, aprovaram anteontem (23 de março), em reunião de mais de 300 pessoas no Circo Voador, o texto do manifesto já redigido em São Paulo e que vem sendo assinado por centenas de cineastas, atores, técnicos, produtores, distribuidores,…

Por que vou à rua sexta-feira

Nesta sexta-feira me juntarei aos amigos e às pessoas de bem que estarão no Canto da Democracia, na Praça XV, a partir das 16 horas. Tenho muitas razões para isso, além do simples fato de apoiar o governo do PT. Sendo ou não petista, o que importa agora é defender o estado de direito, a…

Cabe a tortura na arte?

Numa mostra paralela de Tiradentes, no mês passado, assisti ao documentário A NOITE ESCURA DA ALMA, de Henrique Dantas. É um dos mais fortes já feitos sobre a resistência à ditadura. No caso, a resistência na Bahia, onde pouco se fala do assunto. Henrique (“Filhos de João – Admirável Mundo Novo Baiano” e “Sinais de…

Por que vou para a rua hoje

Dez razões pelas quais vou participar da mobilização nacional contra o impeachment da presidente Dilma Roussef hoje (quarta, 16): Porque não há acusação jurídica que justifique a deposição de Dilma, a não ser a personalização de atos de governo que podem ferir este ou aquele preceito, mas não configuram crime, muito menos crime passível de impeachment.…

Perderam!

Perderam os direitistas hidrófobos, os homofóbicos, os racistas Perderam os golpistas de última hora e língua de fora Perderam os anti-petistas cheios de ódio irracional Perderam os editores criminosos de jornais e revistas pautados pelo tucanato Perderam os colunistas pusilânimes a serviço do retrocesso Perderam os oportunistas à espera de cada manchete marrom Perderam os…

O quente e o frio

Creio que estamos assistindo a uma repolitização do documentário brasileiro. Não que tantos docs recentes de feição histórica, etnográfica, comportamental e mesmo musical não tenham seu teor político. Amanhã (sexta), por sinal, o Centro Cultural Correios (Rio) abre a mostra PoliSonoridades, que vai exibir e discutir docs musicais e políticos (veja no Facebook). Mas o…

É Tudo Verdade: O Mercado de Notícias

Responsável por pelo menos dois clássicos do documentário curto no Brasil, Ilha das Flores e Esta Não é a sua Vida, Jorge Furtado faz um bem-vindo retorno à não-ficção fora da TV com o longa O Mercado de Notícias. Projeto nascido, provavelmente, das objeções do diretor ao comportamento da grande mídia brasileira nos últimos 12…

As muitas viagens do chanceler

Uma amiga me perguntou porque eu estava lendo as Breves Narrativas Diplomáticas do Celso Amorim. Dei-lhe três razões: minha admiração pelo nosso super-diplomata e amigo do cinema; meu interesse pela política externa inovadora do governo Lula; e a curiosidade pelo dia-a-dia de um chanceler em seu périplo pelos quatro cantos do mundo, quase sempre pisando…

Helena Salem – entre o cinema e a política

(Artigo publicado originalmente na revista Filme Cultura nº 59) Quando entrevistava Leon Hirszman para seu livro sobre Nelson Pereira dos Santos, aflita na tentativa de compreender seu personagem, Helena Salem ouviu um alerta do diretor de São Bernardo: “Compreender vai ser difícil”. Mas ela só foi perceber a extensão da frase anos depois, quando escrevia…

O cangaço bem-pensante

Vivemos uma era de ódio nas grandes cidades brasileiras. Existe aí na base um ódio difuso contra o capitalismo, o que é louvável, embora ainda não se tenha proposto outro sistema alternativo além do socialismo fora de moda ou do anarquismo insustentável por definição. Mas existe também o ódio dos derrotados em eleições recentes, que…

Investigação de uma suspeita

O clássico documentário Jango, de Silvio Tendler, cita placidamente a morte de João Goulart em sua estância na Argentina, em 1976, como resultante de um ataque cardíaco. Por alguma razão, em 1984 Tendler não se interessou ou não confiou na hipótese de assassinato. Mas ela já circulava entre parentes e políticos.   Dossiê Jango, de…

O terror

Existem vários contingentes envolvidos no “movimento”. A imensa maioria, não resta dúvida, é de gente bem intencionada que quer impor uma pauta de reivindicações para melhorar o país. Eles querem manifestações relativamente pacíficas, que se exaltariam apenas nos gritos e na disposição firme de encher as ruas. No outro extremo, há os bandidos, deserdados de…

Às ruas!

Vamos pra rua, gente! Vamos fazer nossa revolução! Vamos fechar ruas e estradas para fazer nossa voz ser ouvida cada vez mais alto. Vamos abrir nosso coração e o caminho para os saqueadores e depredadores. Não temos nada com isso. Eles são eles. Nós somos nós, pacíficos em nossas roupas brancas, queimando nossas virtudes no…

Obama e Orfeu

Não é nenhuma novidade a relação biográfica do presidente Barack Obama com o filme “Orfeu Negro”, de Marcel Camus (1959). Mesmo assim, ainda nos eflúvios benéficos de sua reeleição, traduzi esse pequeno trecho de seu livro de memórias “Dreams from My Father”.

O ódio ao PT

Fico pensando nos tipos de ódio ao PT que vejo em declarações de políticos, amigos e gente de diversas áreas de atuação.

Eu me Lembro

Amanhã (segunda), às 17h30, no Armazém do Festival do Rio, haverá uma sessão especial do documentário Eu me Lembro, de Luiz Fernando Lobo. Em seguida, eu mediarei um debate com o diretor, o presidente da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça, Paulo Abrão, e a historiadora Beatriz Kushnir. A sessão única não está na…

Um perfil profundo e sóbrio

Depois de ter sido objeto de filmes de Chris Marker e Silvio Tendler, o herói comunista e líder guerrilheiro Carlos Marighella ganha a sua cinebiografia mais pessoal e provavelmente a mais rica em preciosidades documentais.