Perdas e ganhos

AS HERDEIRAS

AS HERDEIRAS é um raro filme paraguaio a alcançar grande repercussão internacional. Ganhou três prêmios em Berlim (incluindo melhor atriz para Ana Brum), melhor filme latino-americano em San Sebastián e seis Kikitos em Gramado, entre outras láureas. Está cotado para o Oscar de filme estrangeiro, seguindo o rastro de Uma Mulher Fantástica no ano passado. Talvez não seja para tanto, mas o trabalho do diretor e roteirista Marcelo Martinessi é um primor de contenção e sobriedade.

Chela (Ana Brum) e Chiquita (Margarita Irun) são companheiras de longa data que estão vivendo um momento difícil. Dívidas pesadas as levam a colocar à venda o patrimônio herdado de suas abastadas famílias. Quando Chiquita, a metade mais pragmática do casal, é presa por sonegação, a orgulhosa Chela passa a usar o velho Mercedes do seu pai servindo de motorista para um grupo de senhoras da burguesia de Asunción. Entre elas, encontra a mais jovem Angy (Ana Ivanova), que lhe despertará um novo interesse pela vida.

Ainda que opaco na maior parte do tempo, o rosto de Ana Brum deixa transparecer a depressão da perda de status e a subsequente excitação de alguém quando reata com a paixão, assim como a hesitação diante da novidade supostamente tardia. Para conquistar o espectador, Chela não precisa abdicar de sua arrogância burguesa, expressa no trato com a empregada sensível e dedicada. Daí a sensação de presenciarmos uma figura humana completa, em vez de uma peça de mosaico dramatúrgico.

A presença de homens é periférica e suspeitosa. AS HERDEIRAS é um filme de câmara, quase sempre fechado num pequeno mundo poucas vezes mostrado no cinema: o das senhorinhas da alta classe média, gregárias e fofoqueiras, que jogam no carteado as energias que já não têm onde investir. Diante delas, a silenciosa Chela é um corpo estranho, um corpo à espera de uma talvez última chance de se realizar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s