Poema sonhado?

Misteriosamente, acordei anteontem com um poema quase pronto na cabeça – e em inglês! Sonhei com o poema? Terei lido algo semelhante algum dia em algum lugar? Só sei que anotei rapidamente para não deixar escapar a sutil paisagem que já começava a se desvanecer na lembrança tênue da manhã. Veio assim:

Lifeless leaves
Lie fearless
On Fleet Avenue
 
Blows of wind
Throw them at random
No revival, no rewind
Miracles come seldom
 
Just the flow of mere things
That have neither soul nor wings

Alguém aí, por favor, revise meu inglês onírico e capenga.

E agora, uma possível tradução:

Folhas sem vida
Jazem sem medo
Na Fleet Avenue
 
Sopros de vento
Atiram-nas ao léu
Nenhum revicejo ou desacontecimento
Milagres não vêm a granel
 
Só o fluir das coisas rasas
Que não têm alma nem asas

2 comentários sobre “Poema sonhado?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s