Walter Lima Jr. na Fundição

Transcrevo o release da Mostra Walter Lima Jr., que começa amanhã (quinta) no Cineclube Digital da Fundição Progresso. Contribuí com algumas declarações e trecho do meu livro sobre o diretor.

“Poucos cineastas brasileiros conseguem ser tão brasileiros e universais ao mesmo tempo. Poucos fazem a ponte entre cinefilia e realização como Walter. Poucos, enfim, têm um cinema capaz de simultaneamente encantar e fazer pensar.” Carlos Alberto Mattos, autor do livro “Walter Lima Júnior: Viver Cinema”

Por essa razões o Cineclube Digital começa sua programação de verão homenageando um dos grandes mestres da filmografia nacional, o cineasta Walter Lima Junior, fazendo um recorte do melhor da sua obra. A programação contará com seis filmes de diferentes momentos da carreira do diretor, começando no dia 13 de janeiro com “Menino de Engenho”, de 1965, passando pelo premiado “Brasil Ano 2000”, de 1969, e pelo cultuado “A Lira do Delírio”, de 1978.

 “A liberdade e os riscos de A Lira do Delírio chegariam incólumes às salas de cinema. Quando começou a ser mostrado em sessões privadas, a impressão é de que, em cada cabeça, desenrolava-se um filme particular. Havia quem entendesse todo o enredo como um efeito da loucura carnavalesca dos personagens. Ou como um sonho. Muitos nunca tinham encontrado tamanha liberdade num filme de acabamento tão sofisticado. Outros ficavam pasmos pelo motivo oposto: como Walter tinha conseguido manter o pulso firme em meio a tanta instabilidade” (trecho do livro “Walter Lima Júnior: Viver Cinema”, de Carlos Alberto Mattos).

Há ainda na programação os filmes: “Inocência”, de 1983, que lançou a atriz Fernanda Torres aos 17 anos, o pouco conhecido documentário “Uma Casa para Pelé” e o belo “A Ostra e o Vento”, que também revelou a atriz Leandra Leal. Aliás, Walter Lima Junior é conhecido por lançar atores novos no cinema.

A mostra surge em um momento interessante da carreira do diretor, que filmará a partir do meio deste ano um longa-metragem de um gênero pouco comum no cinema brasileiro, o suspense. “O Outro lado do Vento” conta a história de uma professora e seus dois pupilos, uma menina de nove anos e um menino de 11, que vivem em uma casa com fantasmas.

A Mostra Walter Lima Jr. começa no dia 13 de janeiro e vai até o dia 24 de fevereiro no Cineclube Digital, na Fundição Progresso, que fica na Lapa. As sessões começam sempre às 18h30 e são iniciadas pela exibição de um curta-metragem.

Programação:

13/01- “Menino de Engenho”
27/01- “Brasil Ano 2000”
03/02- “A Lira do Delírio”
10/02- “Inocência”
17/02- “Uma Casa para Pelé”
24/02- “A Ostra e o Vento”

Horário: Sempre às 18h30
Local: Cineclube Digital
Rua dos Arcos, 24 a 50- Lapa- Fundição Progresso
e-mail: arcosdigitalfilmes@gmail.com
Contatos: 2532-4308 / 2215-4541

4 comentários sobre “Walter Lima Jr. na Fundição

  1. Sou ator e diretor formado por Walter Lima Junior na Fundição junto com a Maria Maia, adoraria ver nosso mestre.

  2. Eu fui na abertura do cine clube,e foi passado o menino do engenho,
    que foi todo remasterizado, reeditado,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s