O realismo social no cinema de Mike Leigh

Os curadores Hans Spelzon e Tunico Amancio escrevem sobre a mostra em cartaz no CCBB Rio até o dia 22/12

Mike Leigh dirigindo Imelda Staunton em VERA DRAKE

Durante quase cinco décadas de cinema, Mike Leigh escreveu e dirigiu obras que exploram o cotidiano vivido por membros de uma classe trabalhadora. Retratou com detalhes suas relações familiares, laborais, seus sentimentos, desejos, impossibilidades, medos, sensações e emoções. Criou, para isso, uma mise-en-scène particular que busca, em quase a totalidade das vezes, expor a vida de suas personagens de forma realista, ainda que nem sempre naturalista. Ainda que mestre na atividade a que se propõe, é necessário reconhecer que conta com grande colaboração de seu diretor de fotografia, Dick Pope, parceiro de inúmeros trabalhos, e de seus preciosos companheiros atores.

Assim, se antes de chamarmos Mike Leigh de cineasta o chamamos de “artista”, é porque ele desenvolveu extensa carreira no teatro. Nota-se sua experiência quando se presta atenção em personagens frutos das diversas e premiadas atuações de Lesley Manville, Jim Broadbent, Ruth Sheen, Timothy Spall, Imelda Staunton, Sally Hawkins, David Thewlis, Alison Steadman, entre outros. Estes atores são também responsáveis pela cocriação de obras que se aprofundam no retrato e na compreensão dos sentimentos humanos sob diversas circunstâncias sociais e políticas. Johnny, de Naked; Cynthia, de Segredos e mentiras; Phil, de Agora ou nunca; Sylvia, de Bleak moments; Mary, de Mais um ano; Poppy, de Simplesmente feliz; Vera, de O segredo de Vera Drake, são alguns dos personagens cujas interpretações alcançaram a representação de emoções e sentimentos à altura daqueles que nos identificam como seres humanos, em uma proposta que aproxima o espectador dos dramas vividos na tela. Isso se deve, de fato, a um trabalho coletivo de imersão e comprometimento que, além de real, dada a proposta, torna-se também político.

A mostra O Realismo Social no Cinema de Mike Leigh ocupa o Centro Cultural Banco do Brasil na cidade do Rio de Janeiro entre os dias 5 e 22 de dezembro de 2018. É composta de 24 obras do diretor: três curtas e vinte e um longas-metragens que atravessam sua carreira – de Bleak moments (1971) a Mr. Turner (2014). Fica de fora do programa seu último filme, Peterloo (2018), sem estreia comercial no país até o momento da realização do projeto. Além de filmes feitos para as salas de exibição, a mostra também abarca obras realizadas para a televisão inglesa, em especial a BBC e o Channel 4. Estas vão de Hard labour (1973) a Four days in July (1984), passando pelo importante Meantime (1984).

SEGREDOS E MENTIRAS

Com esse conjunto da obra, a curadoria acreditou possível estudar o que se aproxima e o que diverge do estilo pelo qual é conhecido, esmiuçando-o e reconstituindo-o em uma análise que é tanto formal e técnica, quanto histórica. Ainda que alguns filmes exibidos no projeto fujam de um retrato da classe operária, eles são fiéis às relações, comportamentos e sentimentos que travamos a partir da nossa organização social, mantendo a representação dos dramas vividos pela classe que se entende por trabalhadora, em definição mais abrangente que a anterior.

Por fim, cabe dizer – ou talvez reafirmar – que Mike Leigh é um cineasta comprometido com a defesa das classes sociais desfavorecidas e que faz questão de tomar posição em momentos de turbulência e perdas de direitos destas. Trata-se, portanto, especialmente no Brasil de 2018, de hora mais que apropriada para que acompanhemos uma retrospectiva de sua obra e reflitamos sobre como somos e nos entendemos como objetos e sujeitos das histórias que conta.

Hans Spelzon e Tunico Amancio

Confira aqui a programação completa.

Atividades extras

SIMPLESMENTE FELIZ

Masterclass – Dia 17/12, às 19h
Tema:  “A mise-en-scène de Mike Leigh e a construção de um Realismo Social”

Masterclass gratuita com seleção de alunos através do e-mail realismomikeleigh@gmail.com  (capacidade: 98 lugares). Os interessados devem enviar no corpo da mensagem as informações: nome, documento, ocupação, breve currículo e carta de interesse (com até 5 linhas). Na masterclass, o professor convidado João Luiz Vieira abordará os diversos métodos elaborados por Mike Leigh na realização de seus filmes. Detalhará aspectos técnicos e artísticos referentes ao roteiro, ao desenho do som, à fotografia, à direção de atores, elementos essenciais para a construção da obra, propondo uma reflexão sobre o olhar humanista e social que o diretor inglês lança e busca através de seus filmes.

Debate 1 – Dia 12/12, às 19:15h
Tema: “O Realismo Social no Cinema de Mike Leigh”
Com Hernani Heffner, Eliska Altmann e Tunico Amancio

Os debatedores buscarão explicitar o que se entende pelas palavras Realismo, Realismo Social e como essa definição se encaixa na obra de Mike Leigh. Analisarão ainda quais são as bases e inspirações artísticas do diretor, estabelecendo as diferenças entre sua proposta de olhar para a sociedade e outras formas em que isso se deu na História do Cinema, como por exemplo no Neorealismo Italiano e no Free Cinema.

Debate 2 – Dia 19/12, às 19:15h
Tema: “Tendências contemporâneas no Cinema de Mike Leigh”.
Com Nara Keiserman, Luiz Carlos Oliveira Jr. e Tunico Amancio.

Os convidados buscarão expor os métodos de criação do diretor dentro das linhas que vêm sendo elaboradas pelo Cinema Contemporâneo. Nesta perspectiva, serão trazidos à tona os meios através dos quais Mike Leigh constrói o que se entende por Realismo Social na maioria de seus filmes: a relação com seus atores durante a escrita do roteiro, a direção destes atores, a direção da arte, a fotografia, o som. É a partir da discussão sobre estes elementos que surgirão detalhes sobre a singularidade estética de seus filmes, sua relação com os tradicionais gêneros cinematográficos e outros aspectos que dialogam com as tendências artísticas contemporâneas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s