Marker disse

Duas das melhores frases que ouvi ultimamente numa sala escura foram em filmes de Chris Marker, na recente mostra do CCBB-Rio:

“Os japoneses adoram cortar coisas. E quando não têm mais o que cortar, cortam a si mesmos.”   (Vive la Baleine)

“O passado é como o estrangeiro: não é questão de distância, mas de cruzar uma fronteira.”   (L’Ambassade)

2 comentários sobre “Marker disse

  1. Uma outra frase da mesma sessão de L’Ambassade. Em “Balada Berlinense” ele falava algo como:

    Atravessar essa fronteira era um sonho, hoje é uma formalidade, amanhã será apenas uma lembrança.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s