Carnaval com Nelson Pereira

Este blog entra em recesso momesco até o dia 22.

Ele vai descansar, mas eu não. Vou dedicar meus dias de carnaval a escrever um grande artigo para o livro Arte e Nacionalidade no Brasil, a ser editado pela Universidade Federal do Ceará.  Nessa coletânea de ensaios, coube a mim abordar a obra de Nelson Pereira dos Santos pelo viés da interpretação do Brasil. Nos últimos meses, revi praticamente toda a obra de Nelson com olhar atento para questões como nacionalidade, raça, representações do popular, diferenças e conflitos sociais, mitos, regiões do país abordadas etc.

Para identificar em NPS um intérprete do Brasil através do cinema, vou levar em consideração, é claro, o seu diálogo com obras de outros pensadores e “representadores” da nacionalidade. Entre eles, Gilberto Freyre, Sérgio Buarque de Hollanda, Jorge Amado, Machado de Assis, Graciliano Ramos e Guimarães Rosa. Parto do princípio de que o cinema teve um trio áureo nessa ideia de nacionalidade, formado por Humberto Mauro, Nelson e Glauber Rocha. De alguma maneira, Nelson sintetiza traços de todo o trio.

Bem, até o dia 22 continuo marcando presença no Twitter para não enferrujar o compartilhamento.

Bom carnaval pra vocês!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s