Cinema na sala de aula

Nesta terça e quarta-feira, das 14 às 17 horas, a Cinemateca do MAM vai mostrar curtas de estudantes. Mas não é do Festival de Cinema Universitário, que terminou domingo. Os curtas (ou “exercícios audiovisuais”) foram realizados por alunos de 10 escolas municipais do Rio de Janeiro, dentro do projeto Imagens em Movimento.

Desde fevereiro, cerca de 200 estudantes, inseridos voluntariamente, estão aprendendo a pensar e fazer cinema nas salas de aula. O projeto, idealizado pela diretora e montadora Ana Dillon e patrocinado pela Petrobras, segue um método pedagógico compartilhado por escolas da Europa e coordenado pela Cinemateca Francesa. O cineasta e professor Alain Bergala veio de Paris ministrar a aula inaugural no Odeon, em março. Desde então, quatro alunos já foram à cinemateca parisiense mostrar seus filmes para uma plateia de estudantes de vários países, com a presença de Costa Gavras, diretor da Cinemateca.

Na Cinemateca Francesa, Costa-Gavras e os estudantes cariocas Jonathan Victorino, Thays de Oliveira e Humberto Martins

A ideia não é exatamente formar cineastas, mas estimular um diálogo crítico e consciente com o cinema. Os filmes serão exibidos ao longo do ano também nas Lonas culturais do município, sempre seguidos de debates e troca de ideias com o público, profissionais de cinema e de educação.

Leia mais sobre o projeto nesta matéria de O Globo.

Um comentário sobre “Cinema na sala de aula

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s