Cinema de fato

Nesta terça-feira (22/11), vou lançar o meu livro CINEMA DE FATO – Anotações sobre documentário. Vai ser das 19h às 21h no Espaço Cultural Olho da Rua, um misto de galeria de arte, local de eventos, shows e performances. O endereço é Rua Bambina, 6, em Botafogo. No próximo dia 8/12 será a vez de lançar em São Paulo, dentro da mostra Documentário: Território Expandido. 

Adianto aqui a apresentação do livro, que define minhas modestas intenções:

A vida do jornalista e crítico freelance tem vantagens e desvantagens. Entre as primeiras está a liberdade de escolha dos temas e veículos, assim como a variação de tipos de público a que se dirige. No rol das desvantagens figura um certa dispersão da produção, haja vista a falta de pouso fixo. Essa tem sido a característica do meu trabalho nos últimos 15 anos. Apesar da frequência com que publiquei nos dois blogs mantidos no período, escrevi também para jornais, revistas e catálogos. Este livro reúne textos produzidos para esses diversos suportes entre os anos de 2000 e 2015, com algumas poucas exceções publicadas anteriormente.

Tempo esse que coincide justamente com o crescimento do meu interesse pelo documentário e com a primavera vivida por esse modo de cinema no Brasil e no mundo. Posso dizer que convivi com isso de perto. Vi o festival É Tudo Verdade nascer na minha mesa de trabalho do Centro Cultural Banco do Brasil em 1996. Dez anos depois, iniciei no portal O Globo o DocBlog, primeiro espaço inteiramente dedicado ao cinema documental na internet brasileira. Como crítico, pesquisador e jornalista, tenho me dedicado a acompanhar a cena do documentário brasileiro e internacional, assim como a estudar a obra de importantes documentaristas brasileiros, com resultados editados em livros, cursos, palestras e textos de variada compleição. Trata-se de um corpo a corpo quase diário.

Na seleção que fiz para este volume, dei preferência a escritos que, independente do tamanho e mesmo partindo de algum filme ou autor, apontassem para um pensamento mais amplo a respeito do cinema documental. Editados a partir dos originais publicados, o leitor encontrará aqui resenhas de filmes específicos e de livros sobre documentário, pequenos ensaios sobre autores importantes e artigos dedicados à conjuntura e a questões éticas e estéticas do documentário.

Uma das mais gratas florações da primavera documental brasileira foi o surgimento de diversos livros sobre o assunto no mercado brasileiro, aí incluídas obras de autores nacionais e traduções. Este livro aspira modestamente a se inserir nessa paisagem e contribuir para a memória de um tempo efervescente.

Agradeço a Fernão Pessoa Ramos pelo estímulo e a orientação estrutural que muito beneficiou o resultado final deste trabalho.

convite-lancamento-rio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s