A família que Davi reconstruiu

O SEGREDO DE DAVI

Esse meu título não chega a ser um spoiler, já que o intuito desse serial killer brasileiro é exposto logo em seguida à morte de sua primeira vítima. Por uma coincidência inquietante, O SEGREDO DE DAVI  está sendo lançado na mesma semana que o parcialmente similar A Casa que Jack Construiu.

Como o Jack de Lars Von Trier, Davi também tem um pendor para a produção de imagens. Ele filma desconhecidos, considera-se um “observador invisível” e tem o cuidado de posicionar sua câmera para as cenas dos assassinatos. Mas, ao contrário de Jack, Davi não mata randomicamente. Ele tem um propósito, ligado ao seu passado familiar de menino mal amado.

Enquanto A Casa que Jack Construiu é narrado em linha reta rumo ao inferno, O SEGREDO DE DAVI tem estrutura circular e envolve o retorno ao paraíso de uma família idealizada de modo sinistro.

A trama concebida por Diego Freitas, estreante no longa-metragem, é um bocado tortuosa, situando-se no limbo entre o natural e o sobrenatural. Davi lê o Fédon de Platão, abrindo a pista para uma conversa sobre a imortalidade da alma e a morte como libertação da matéria.

Longe de se contentar com tamanho subtexto, Diego ainda acrescenta elementos de bullying, hackeamento e indícios de homoafetividade. A balança pesa, a unidade se perde no decorrer da viagem.

Mas existem ingredientes capazes de manter o público interessado, apesar da dispersão. O filme tem estilo envolvente, mesmo que um tantinho publicitário, boa observância de regras básicas do gênero terror psicológico e direção de atores caprichada. Aí destaca-se a atuação convincente de Nicolas Prattes, expressa mais que tudo por um olhar incisivo que enfatiza sua semelhança com Ewan McGregor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s