Lua Lua Land

O PRIMEIRO HOMEM

A máquina hollywoodiana de construir heróis se voltou agora para Neil Armstrong, O PRIMEIRO HOMEM a pisar na Lua. Mais que herói, Neil só não é santo porque o ofício de astronauta o faz descuidar-se da esposa e dos filhos, principalmente depois do abalo da perda de uma filha. Mas nem de pai relapso ele pode ser chamado porque, afinal, o cara está numa missão extraordinária para a Humanidade. Se sua mulher não é capaz de compreender isso, o problema é dela.

Depois de “La La Land”, Damien Chazelle faz o “Lua Lua Land”. Para mim, o filme só ganhou alguma intensidade na alunissagem propriamente dita, quando a reconstituição do pouso sugere um momento de fato histórico. De resto, é um panegírico das emoções caseiras, narrado com um convencionalismo atroz. O empenho em transformar a trajetória do astronauta num filme de família inclui flashbacks melosos, música enternecedora e conexões forçadas entre a grandeza do universo e o valor dos laços de afetividade pessoal. Fica a impressão de que Armstrong (Ryan Gosling) topou ir à Lua somente para cumprir um ritual familiar.

Na abordagem dos treinamentos e das missões espaciais, nota-se a intenção de tratar com realismo a tecnologia da época (anos 1960). As naves e módulos estavam mais próximas de latas velhas do que da estabilidade asséptica dos equipamentos de “2001, uma Odisseia no Espaço”, por exemplo. Daí sermos submetidos a diversas sessões de cabines chacoalhando e ruídos de geringonça durante o cruzamento da atmosfera terrestre.

Baseado em livro biográfico de James R. Hansen, O PRIMEIRO HOMEM quer mostrar os sacrifícios, as perdas humanas e as insuficiências de controle que antecederam a vitoriosa chegada da NASA à Lua. Tudo isso é apresentado de maneira burocrática porque a intenção verdadeira é engrandecer a vida de um homem que não tinha muito mais a oferecer do que ter colocado o primeiro pé humano na superfície lunar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s