Jurandyr Noronha e eu

Jurandyr pqAbro espaço para o release do programa Jurandyr Noronha – Tesouros Quase Perdidos, que dirigi para a série Retratos Brasileiros e estreia hoje, às 18 horas, no Canal Brasil. A quem assistir, repito o que disse em e-mail aos amigos: apreciem a grandeza do trabalho do Jurandyr e desculpem as insuficiências do meu.

 

Estreia no domingo, dia 1º de novembro, às 18 horas, na faixa Retratos Brasileiros do Canal Brasil, o programa Jurandyr Noronha: Tesouros Quase Perdidos. Aos 93 anos, o veterano documentarista, pesquisador e escritor reconta sua trajetória, que começou nos anos 1940. Jurandyr Noronha trabalhou com Adhemar Gonzaga na Cinédia, com Humberto Mauro no Instituto Nacional de Cinema Educativo, foi cinegrafista do DIP de Vargas e realizou dezenas de documentários, entre eles os longas-metragens Panorama do Cinema Brasileiro, 70 Anos de Brasil e Cômicos + Cômicos.

No programa, Jurandyr lê trechos de suas memórias e evoca momentos mágicos como o encontro na infância com Santos Dumont, sua primeira filmagem a bordo de um trem em Madureira e o “sequestro” das imagens de Lampião nos porões do DIP. Pioneiro da tomada de consciência sobre a preservação da memória cinematográfica no Brasil, Jurandyr Noronha fala também de seus livros e do Museu do Cinema que criou nos anos 1970. O programa marca a estreia na direção do crítico e pesquisador Carlos Alberto Mattos e conta com preciosas imagens de arquivo e trechos de vários filmes de Jurandyr Noronha. A fotografia é de Jacques Cheuiche.

Haverá uma reprise na sexta-feira, 6 de novembro, às 10h.

_______________________________________________

SERVIÇO

JURANDYR NORONHA – TESOUROS QUASE PERDIDOS

Retratos Brasileiros – Canal Brasil

Direção e pesquisa: Carlos Alberto Mattos. Produção: Anna Azevedo, Carlos Alberto Mattos, Eduardo Souza Lima. Fotografia: Jacques Cheuiche, ABC. Diretor assistente: Eduardo Souza Lima. Edição: Carlos Alberto Mattos e Felipe Abrahão. Som: Walter Goulart. Mixagem: Damião Lopes. Música: Francisco Mignone. Duração: 26 minutos.

Domingo, 1/11, às 18 horas

Reprise: sexta, 6/11, às 10 horas

5 comentários sobre “Jurandyr Noronha e eu

  1. Gostaria de parabenizá-lo pelo seu ótimo trabalho. Deve ter dado um trabalhão arrancar tanta informação do Jurandyr. Adorei o documentário. Valeu!

  2. Chicote saindo e bonequinho (ex-sádico) ficando e gostando bastante: vidraça boa essa! Não quebra ! Valeu ! (Única questão é a transmissão da NET onde moro, com problemas em mais de dez canais há três semans e ainda sem solução, mas deu para ver – e gostar mesmo. Esse garoto vai longe…

    • A transcrição para TV provocou a falha de synch, uma praga em programas exibidos no Canal Brasil. Os outros defeitos são de minha responsabilidade mesmo. Obrigado pela suspensão das chicotadas.

      • Mas o que a NET anda (ou não anda) fazendo é de lascar: desde 10 de outubro estou sem os canais HBO, Cinemax e intermitentemente sem o TV5, TV espanhola e outros mais cuja imagem se fragmenta ou nem entra (aparece aviso de “sem sinal”). Ele vão me ressarcir em parte o pagamento de outubro na fatura de novembro, mas não resolveram a questão depois de CINCO visitas de técnicos em minha casa e no prédio, depois de trocarem o decodificador, fazer novo recabeamento e sei lá mais o que.
        Para minha irritação, hoje foi o Canal Brasil que estava ruim pela má recepção que estou tendo, portanto se havia outros defeitos ficaram camuflados por este problema maior e deu para curtir o que pude ver. Chicote na net not on you (ui).

  3. Hehehe! Hihihihi! Pedra vai virar vidraça !!! É hoje !!!
    assinado: Bonequinho Fradinho Sádico Chicoteando de Pé (hehehehe)

Deixe uma resposta para carmattos Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s