“Moscou” no Canal Brasil

Hoje (domingo) a Mostra Eduardo Coutinho do Canal Brasil exibe, às 19 horas, Moscou, décimo-primeiro longa-metragem do diretor, rodado em 2009. Na introdução à sessão, eu faço o seguinte comentário:

Foto: Bianca Aun

Foto: Bianca Aun

Moscou é um filme que pretende criar um laço entre teatro e vida real. Nesse sentido, Coutinho tenta aprofundar as experiências levadas a cabo no filme anterior, Jogo de Cena. Enquanto em Jogo de Cena ele partia da vida para chegar ao teatro, em Moscou ele faz o percurso inverso: parte do teatro para chegar à vida.

Aqui já não temos mais personagens anônimos, mas somente atores e personagens de teatro. Para fazer o filme, Coutinho reuniu atores do Grupo Galpão e o diretor Enrique Diaz em torno da peça As Três Irmãs, de Tchekhov. Na peça, as três mulheres vivem numa província russa e duas delas, desenganadas com a mediocridade de suas vidas, sonham em voltar para Moscou, onde tiveram uma infância feliz. No filme, assistimos aos ensaios e à discussão do processo de filmagem, mas sabemos de antemão que a peça não estreará. Coutinho gostava de dizer que o teatro de Tchekhov não foi feito para estrear.

A novidade é que os atores são convidados a inserir suas lembranças pessoais nos intervalos entre as cenas, criando um diálogo delicado entre memória e encenação, entre realidade e ficção. Saímos, portanto, do campo das entrevistas e ficamos com um dos filmes mais experimentais de Coutinho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s