Cotswolds, vilarejos de pedra e tempo

Lewis Carroll, T.S. Eliot, Jane Austen e J.R.R. Tolkien estão entre os escritores que buscaram inspiração na paisagem bucólica e na arquitetura característica da região de Cotswolds, cerca de 150 km a noroeste de Londres. Distante dos centros industriais da Inglaterra, Cotswolds conservou seu charme rural e tornou-se lugar de férias, turismo e residência de aposentados ricos.

Aninhados entre colinas suaves e verdejantes, ficam cerca de 60 vilarejos. Sua marca principal são as construções em pedra calcária cor de caramelo, aí incluídas mansões, cottages, igrejas e castelos. Algumas casas ostentam um telhado em palha escura que só se vê nessa área.

Eu e Rosane visitamos Cotswolds num dia de agosto de 2018, levados por um motorista-guia brasileiro residente em Londres. Com paradas curtas em cada vilarejo, pudemos conhecer dez deles. A grande quantidade de carros circulando pelas ruas principais quebra muito do romantismo do lugar, um dos mais tradicionais e pitorescos do país. Ainda assim, o passeio é encantador.

O sabor de Inglaterra profunda pode ser sentido na arquitetura gótica vitoriana, nos muros de pedra, nos detalhes de decoração e nas referências encontradas aqui e ali. Em Bampton, por exemplo, foram filmadas as cenas externas do seriado Downton Abbey.

Um comentário sobre “Cotswolds, vilarejos de pedra e tempo

  1. Fica a sugestão para as próximas viagens que virão, só não sabemos quando. Mas virão.

Deixe uma resposta para Maria Helena Vieira de Matos Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s